quinta-feira, 30 de maio de 2013

Os traumas que um estupro traz a mulher.



O estupro é um dos crimes violentos que mais cresce em incidência. Apenas aproximadamente 50% dos estupros são notificados, pois a maioria das mulheres se sente envergonhadas em ir a uma delegacia fazer corpo de delito. Mais do que um ato sexual, o estupro é um ataque agressivo, com expressão sexual. Desencadeia reações emocionais complexas por parte da vítima, freqüentemente mais significativas do que o dano físico.

Durante a última década, as perspectivas sociais e psicológicas do estupro evoluíram significativamente. O estupro passou a ser encarado como crime de violência que pode ou não incluir excitação sexual por parte do agressor. Na maioria dos casos a motivação do estuprador parece ser a degradação e a dominação da vítima, em vez da obtenção de relações sexuais não acessíveis de outra forma. Esses achados ajudam a explicar os sentimentos da vítima e as seqüelas psicológicas que podem ocorrer. A maioria das vítimas de estupro sofre de uma série de sintomas. Existem efeitos psicológicos e físicos decorrentes de um estupro ou de uma agressão sexual. Durante o período posterior à agressão, as pacientes podem relatar diversos sintomas, como fadiga e cefaléias, pode haver também dor devida a traumatismo físico durante a agressão. Distúrbios do sono são comuns, incluindo acordar no horário que o estupro ocorreu, Auto-acusações, Medo de ser assassinada, Sentimentos de degradação e perda da auto-estima, Sentimentos de despersonalização ou desrealização, culpa,Ansiedade, Depressão,Temor de andar ou ficar só, Medo das pessoas atrás delas e de multidões, Medo de ficar dentro de casa ou fora dela (dependendo de onde ocorreu o estupro),Temores sexuais, Pesadelos repetidos recapitulando o estupro, síndrome do pânico, Tendências suicidas, problemas com relacionamentos íntimos. Muita das vezes a vítima se torna estigmatizada, ela se considera “impura” ou “indigna” por pensar que de algum jeito ela colaborou com o ocorrido. A mulher dendê a imaginar que ninguém vai aceitar o que aconteceu e que o parceiro pode rejeitá-la por ter sido estuprada. O apoio e compreensão dos familiares ou pessoas próximas são bastante importantes, e para que isso ocorra de maneira adequada, faz-se necessária à avaliação e orientação psicológica destes.

Cada pessoa absorve o trauma de uma forma diferente, de acordo com a experiência de vida, valores e crenças. O primeiro passo do tratamento terapêutico e conscientiza o paciente de que ele não tem culpa do ocorrido, utilizando técnicas para aumentar a sua auto-estima. Em alguns casos, dependendo da gravidade do trauma, e preciso que um médico receite medicamentos que variam de pessoa para pessoa.
Existem três momentos em que são diretrizes das principais demandas no atendimento do psicólogo com a vítima do estupro:

 Primeiro Momento.
· Avaliação dos sentimentos predominantes (medo, revolta, raiva, culpa, ansiedade, angústia, calma).
· Avaliação do grau de desorganização da vida pessoal.
· Avaliação da organização psíquica e mecanismos.
· Reações psicossomáticas.
· Reações do grupo social em que está inserida (acolhimento e apoio, críticas, discriminação, revolta, expulsão).
· Aconselhamento sobre DST/HIV/AIDS.
· Importância de a paciente respeitar o estado emocional em que se encontra e suas limitações.
· Apoio emocional.
· Entrevista psicológica com acompanhante ou familiar.
Segundo Momento.
· Reorganização da vida após a violência sofrida (retorno ao trabalho, à escola, as atividades desenvolvidas).
· Prevenção de futuras conseqüências na vida pessoal (estado depressivo, escolhas de relacionamentos, perpetuação da violência).
· Recuperação da auto-estima.
· Encaminhamento para avaliação psiquiátrica, caso seja necessário.
· Repercussões no sentimento frente à figura masculina.
· Apoio emocional.
· Sentimentos persecutórios provenientes da violência sofrida.
Terceiro Momento.
Casos em que ocorre gravidez:
· Sentimentos relacionados à constatação da gravidez fruto da violência sexual (ambivalência, culpa, rejeição, aprovação).
· Levantamento dos princípios morais e religiosos que podem interferir na decisão ou não pelo abortamento legal.
· Fantasias relacionadas à gravidez e ao abortamento.
· Acompanhamento psicológico no decorrer da internação para interrupção legal da gestação, havendo a possibilidade de dar continuidade a este no ambulatório.
· Apoio psicológico frente às opções outras que não o abortamento legal.
É fundamental que a mulher que vivencia esta situação possa se sentir livre, sem preconceitos e julgamentos para fazer sua opção e sinta-se acolhida dentro do seu convívio familiar e da sociedade, qualquer que seja a sua escolha.

Cabe ressaltar a importância do atendimento multidisciplinar a mulheres vítimas de violência sexual e a necessidade de que um número maior de instituições se estruture para facilitar o atendimento a esta população, que poderá ser poupada de um desgaste e exposição maior, caso receba o atendimento adequado próximo a sua moradia ou local em que foi violentada.



151 comentários:

  1. Eu tenho vergonha de falar o que aconteceu comigo, eu tenho medo de sair na rua penso que pode acontecer comigo o que aconteceu quando eu tinha apenas 11 anos, hoje tenho 19 anos e até hoje não conseguir falar pros meus pais o que aconteceu comigo. Eu fui estuprada dois 11 anos até os 13 anos. Quando finalmente fiquei livre dos meus agressores, meu pai me entregou pra um homem de 39 anos não sei porque ele vez isso comigo. Até hoje eu sofro com tudo isso, é noites mal dormidas , quando penso no que aconteceu penso em tirar minha própria vida porque é muito sofrimento pra me.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já procurou ajuda de um profissional psicólogo! É que talvez você possa achar que o sofrimento que você está passando não é de importância para ninguém, mas acredite, ele é! Eu não te conheço, mas li o que você escreveu, e já percebi como foi difícil e ainda está sendo para você! Pense com carinho no que te falei a respeito de procurar ajuda, existem muitos lugares e muitos profissionais que você pode buscar e que podem te acolher! Desejo que essa sua angustia e esses pensamentos ruins passem, e que você fique livre para se permitir ser feliz!

      Excluir
    2. nâo amiga nâo perca sua salvaçâopor nada nem ninguem,e u tamèm fui estuprada hoje ainda sinto conseguençias vamos pedir Deus que aja justiça no nosso pais para nâo acontecer o que aconteceu conosco bjss

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Oi, Tenho 19 anos agora... Quando tinha 11 anos, fui sequestrada e sofri um abuso sexual, ele não tirou a minha virgindade, foi sexo anal. Falo isso para vocês agora, pq eu não sei o que aconteceu comigo, estou completamente viciada em drogas, faço coisas ruins para consegui-lá, tenho desejos sexuais por mulheres, nada relacionado a sexo eu vejo como algo anormal. Ninguém do meu convivo sabe, só quem vivenciou na época, eu me sinto um lixo, um lixo mesmo, sempre fui criada pela minha vó, um mulher incrível, guerreira... Porém eu acho que eles acham que eu superei isso, não sei ao certo se superei ou não, fico triste por eu fazer coisas tão impuras, não sei se é por conta do que me aconteceu, e no meio disso tudo, penso que todas as pessoas que vivenciou na época do ocorrido, me ver como objeto, meu padrasto, o marido da minha tia. Me sinto tão bosta, escreve isso aqui para vocês com muitas lágrimas nos olhos, só queria morrer ou ser uma pessoa limpa. Queria poder falar tudo que eu to falando para vocês para a minha vó, a pessoa que eu tanto amo, pedir ajuda sabe, acho que ela não ver que tudo que acontece comigo hoje, pode ser fruto do que já me aconteceu, na época eu me fechei para isso, não queria falar, não queria fazer nada que pudesse me lembrar, porém hoje vejo que foi um erro eu ter me fechado para isso. Me sinto uma pessoa tão nojenta, imunda, ruim. Acho que preciso de ajuda, ou eu sou um lixo mesmo, uma vadia!!!!! O que me dá mais raiva nisso tudo que eu sei que não sei pq faço isso comigo mesma.

      Excluir
    5. Filha, Jesus Cristo te ama muito e quer te fazer feliz busque Ele.


      Excluir
    6. flor sei o quanto isso a machuca, eu fui abusada dos 4 ate os 14 anos, e nesse intervalo o irmao do meu ex padastro me colocava para fazer sexo oral nele. o padrasto q eu achava q iria cuidar de mim mim abusou por 10 anos. logo antes dele me engravidar eu voltava do trabalho da minha mae quando fui abordado por um cara que me pos dentro de um carro e ali tbm me abusou e ainda me ameaçava com uma arma, nesse dia eu tive tanto medo de morrer, um mês depois do ocorrido que ele foi preso tbm por mais 10 atos contra crianças. ai vei o padrasto e me engravidou, hoje minha filha tem 10 anos sofro muito pq ela é a copia do monstro,eu não tive apoio de ninguém, tive que tentar viver uma vida normal. isso me persegui pois eu não consigo ter amor de mãe por ela, e ela precisa tanto de mim, ela e tão carente,e a historia se repetiu com ela pois o irmão que eu amava abusou dela quando ela tinha 5 anos eu acabei entrando em depressão pq eu nunca achei q meu irmão filho do padrasto fizesse isso comigo. hoje vivo angustiada tenho sonhos, tento me aproximar dela mais é muito dificil pq é como se eu vesse ele. olha flor Deus foi muito bom comigo pq eu tentei varias vezes tirar minha vida e ele nao deixou hoje tento viver com meu esposo, mais digo é complicado eu nao tenho amigos, pra mim todos que se aproxima é para fazer o mal. eu quase ia cair no mundo da prostituição das drogas e ate virar bandida para matar pedofilo mais é por isso que eu disse Deus foi bom pq nao me deixou fazer nada disso. a unica coisa que peço a ele é força para cada dia superar essa maldição em minha vida... fica com Deus e força pq vc é maior que isso em sua vida. tente falar com alguem isso vai ajudar, mais alguém que vai te intender e so quem pode nos entender é Deus um abraço

      Excluir
    7. Eu conheço o caminho Jesus com ele e possivel curar as feridas causada na sua infancia

      Excluir
  2. Sinto muito pelo seu sofrimento. Espero que você possa superar a sua dor. É importante você fazer uma psicoterapia para superar os sintomas mais imediatos. Tenha muita força!

    ResponderExcluir
  3. denuncie, faça um boletim de ocorrência, quem fez isso tem que pagar!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Fui estuprada aos 14 anos pelo cunhado da manhã nha mae, dormia mesmo conodo que ela dormia com o marido dela, o cunhado dela me drogou dormindo e eu acordei mas nao conseguia gritar nem me mexer e quando ela finapmente consegui gritar minha mae acordou e mandou ele embora, mas depois de uma semana ele ja estava frequentando minha casa e ai eu sai decasa e não nca contei pra ninguém, tenho magua da minha mae ate hoje por que ela nunca fez nada e agora com 27 eu chegueia revelar pros meus familiares e ela me desmentio...passei 13anos da minha vida sofrendo calada, no começo eu sentia medo de todos os homens, eu era revoltada, achava que ninguem gostava de mim ou se importava comigo, chegava a me apaixonar mas não gostava de caricias, sofri muito, com 17 anos fiquei gravida do meu primeiro namorado e em seguida fui abandonada por ele e ai pioroutudo e pensei em me suicidar por diversas vezes, mas eu pensava no meu filho. Meu namorada dizia que nao me queria mais porque sabia que eu fingia orgasmo. (Era verdade) eu nao conseguia sentir prazer, porem hoje sou feliz me casei e tenho uma filha, amo meu marido e meus filhos, dei a volta por cima, mas esse fantasma sempre me assombra e nao consigo perdoar minha mãe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. todo estuprador merece a morte.
      www.assassinodealuguel.blogspot.com

      Excluir
    2. Peça forças a Deus e Ele te encherá com o seu Espírito e você consegue seguirá perdoa lá

      Excluir
  5. euu Fui estrupada ao 5 anos . e ele so parou de fazer isso quando eu tinha 7 . mas o que ele fazia cmg era constante e me ameaçava . ate tentou me matar uma vez mas uma pessoa chegou e ele desistiu . mas a te hoje com 13 anos ainda doii muinto dentro de minn . ñ consigo me aproximar de nenhum homen e me sinto cupada pelo o que aconteceu !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda, você não tem culpa de nada.. o ar te fizeram é repugnante, não encontro palavras para descrever tamanha monstruosidade, linda... se quiser conversar comigo, wpp: 31984193888
      Você vai sair dessa, menina flor... você não esta sozinha..

      Excluir
    2. Linda, você não tem culpa de nada.. o ar te fizeram é repugnante, não encontro palavras para descrever tamanha monstruosidade, linda... se quiser conversar comigo, wpp: 31984193888
      Você vai sair dessa, menina flor... você não esta sozinha..

      Excluir
    3. linda eu tenho a sua idade e tambem sinto as mesmas coisas que vc por que isso ja aconteceu comigo tambem,mas isso não é a sua culpa,e se isolar não vai adiantar em nada!e fica bem desejo o melhor pra vc espero que vc supere isso sinceramente é ridiculo o que essa pessoa te fez !

      Excluir
  6. Queridos, sou psicóloga do CREAS e recomendo que em casos de violência sexual contra mulher ou crianças.Nessas unidades tem uma equipe especializada para esses atendimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, eu conheço psicólogos que são totalmente contra o aborto em caso de estupro alegando que o bebê não teve culpa nenhuma e que a mulher com o tempo TEM QUE se acostumar com a nova realidade. E se ocorrer de uma mulher nesta situação ser atendida por um profissional assim???
      E se a mulher com o tempo desenvolver uma psicose por não suportar carregar essa gravidez??? O psicólogo, ou o familiar que obriga a mulher a ter o filho do estuprador pode responder criminalmente caso essa gravidez forçada cause danos psicológicos graves para a mulher?

      Excluir
  7. Sou feminista, socialista, aprendiz de Kung fu, tenho 26 anos, mesmo com informações... Nada impediu de ser mas uma anônima entre tantas, vitimas da violência sexual. Lastimavelmente, foi violentada por uma pessoa conhecida... Coagida pela força física não pude gritar e não consegui imobiliza-lo pelo contrario, foi imobilizada! A agressão física e sexual, é minima perto da tortura psicológica: grito, xingamentos e ameaças. Após um mês do estupro, consigo, pensar na violência, e começo a sair de casa e hoje já consegui para de chorar e me sentir culpada. Infelizmente, me sinto coagida por ser uma pessoa conhecida e por isso, não o denunciei,mas fico sempre alerta onde esteja....

    ResponderExcluir
  8. Fui drogada, sequestrada e estuprada aos 12 anos de idade. A pessoa era jornalista e devia ter cerca de 25 anos. Somente agora aos 47 anos consigo falar abertamente sobre este assunto. Inclusive somente agora meu marido soube deste evento traumático em minha vida. Não fiz nenhum acompanhamento psicológico nem na época e nem agora e constato que foi um enorme equívoco. Precisamos efetivamente de um acompanhamento profissional para poder sair do estado em que nos encontramos, de sofrimento, angústia, dor e muitas vezes culpa. Hoje sei que meu comportamento mais duro, intolerante, frio é em decorrência do abuso sofrido. Muitos problemas e sofrimentos teriam sido evitados ao longo de meus relacionamentos pessoais e interpessoais se eu tivesse tido um acompanhamento e tratamento adequados na época. Por isso, categoricamente afirmo, é fundamental denunciar o abuso e iniciar um acompanhamento psicológico para poder se recuperar do trauma. O fato não será apagado, mas a aceitação e a possibilidade de seguir em frente mais rapidamente ocorrerá.

    ResponderExcluir
  9. Fui estrupada aos 13anos de idade foi a pior coisa que mi aconteceu hoje tenho 33anos casada mãe de três filhos esquecer nunca até hoje sofro com isso não conheço o meu proprio corpo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queria voltar atraz botar o homem que mim estuprou na cadeia hoje mim arependo,fui infeliz por causa dele,minha vida poderia ter sido diferente,fui estuprada com 14 anos mim levou p uns matos eu sem defeza de nada . era pura inocente,ate hoje sinto conseguençias se tivesse alguem p nos ajudar,fiquei sem vida gritava chegava nos hospitais medico ela nâo tem nada eu nâo falava p ninguem,se fosse hoje esse vagabundo eu fazia tudo botar ele atraz das grades.. mas mi calei hoje sofro tudo isso.

      Excluir
    2. Quanta bobagem de vcs tratamento nenhum ajuda só quem pode tirar o trauma é Deus psicológico nenhum ajuda não só piora, conheço uma vítima de estupro ela casou e vive bem porque as orações e súplicas a Deus livraram ela do trauma só Deus tem poder nos sentimentos das pessoas!

      Excluir
  10. E no caso de ocorrer uma gravidez a mulher não tiver o apoio da família na decisão dela. Por exemplo se ela não quiser a gestação mas a família força-la ou coagí-la a ter o bebê por motivos religiosos mesmo sabendo os danos que isso pode causar na vida dela?

    ResponderExcluir
  11. È lamentável ler tudo isso e saber que tantas mulheres e crianças ainda passam por essa situação. Infelizmente,eu também fui vitima desse tipo de violência. Dos 12 aos 14 anos,por uma pessoa muito próxima da minha família,cheguei a engravidar e ele forçou o aborto. Hoje tenho 22 anos,moro sozinha,minha família não sabe do que me aconteceu ,tenho dificuldades em me relacionar. È muito constrangedor essa situação,tenho medo de que ninguém acredite em mim,já que ele é oficial de justiça! Considero muito o suicídio,talvez seja a melhor saída pra mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O suicídio não é a melhor saída! Você não quer tirar a sua vida, você quer acabar com o seu sofrimento, e acredita q essa é a única saída! Mas não é! Procure a ajuda de um profissional psicólogo! Eu sei que existem muitos profissionais, que como em qualquer profissão, não se dedicam, e por isso não são bons e acabam por fazer besteira, mas também há muitos profissionais competentes e que podem te ajudar! Procure por um, e acredite, que você ser muito feliz e ter uma vida tranquila, você só não sabe como e precisa de ajuda para descobrir! Parei um tempinho meu para escrever isso, porque me importei com você! Espero que você também se dê esse crédito!

      Excluir
    2. Existem "psicólogos" que obrigariam a mulher estuprada a ter o filho do estuprador. Infelizmente eu conheço alguns profissionais que pensam assim e que com toda certeza fariam isso, e aí como que fica a mulher? Infelizmente muitas acabam tentando suicídio por que não têm o apoio nem dos profissionais que deveriam ajudá-la nesse momento tão doloroso.

      Excluir
  12. Sinto muito pelo que aconteceu a você. Também fui violentada sexualmente quando tinha 15 anos, pelo meu melhor amigo. Nunca consegui compartilhar isso com ninguém, pois sentia muito medo, vergonha é culpa. Várias vezes cogitei o suicídio, mas percebi que não vale a pena, você tirar a sua vida e permitir que um criminoso, pois é isso esse tipo de pessoas são. Por isso por experiência própria acredito que não pode permitir que uma pessoa com atos doentios tira toda a vida que tem pela frente.

    ResponderExcluir
  13. Eu fui estuprada quando criança pelo pai do meu pai ,meus pais não tomaram nenhuma providencia eu tenho muito mágoa com isso,minha mãe nunca sentou para falar do assunto,eu sempre desejei a morte eu fui da meu primeiro beijo com 19 anos hoje to com 26 anos,não confio em homem nenhum , não consigo namorar ,não sei demonstrar sentimento ,não tenho amor a nimguem ,nem a minha familia .

    ResponderExcluir
  14. Eu morava em um orfanato e acabei sendo abusada com 7 anos .As consequências foram graves e até hoje são,hoje estou em uma família mt legal com meu irmão mais novo,mas tinha 2 outros que n vieram cm . As consequências são que eu tenho atrações por homens mais velhos e outros problemas, tbm sou mt ansiosa e me isolou das pessoas . Além disso acabei descobrindo que o agressor tinha transmitido um espírito maligno pra mim Pomba gira, espírito da sensualidade e da prostituiçã, e com este espírito quase destruí minha nova família . Mas tive mt ajuda e até hoje faço terapia, mts coisas n mudaram, mas consigi superar e perdoar meu agressor ,graças a Deus que tem um futuro melhor pra mim!

    Perdoe seu agressor mesmo se até hoje vc sofre com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve ser uma vadia. Só vadias gostam de ser estupradas e desenvolvem pomba gira, aliás piranha não sofre estupro nenhum baixa a calcinha pra dar vc e uma vaga isso sim

      Excluir
    2. A culpa nunca é da vítima, ela tinha 7 anos o que você queria que ela fizesse, ela provavelmente só entendeu o que aconteceu anos depois de sofrimento, por mais que eu não consigo entender ela ter perdoado, se isso fez ela conseguir seguir em frente ao menos ela conseguiu isso, veja quantos comentários de pensamentos suicidas, como até o texto diz um trauma gera diferentes cicatrizes em diferentes pessoas

      Excluir
    3. Vc nao sabe oq esta falando 'gata selvagem'

      Excluir
    4. gente que absurdo essa gata selvagem é louca ela certamente nunca passou por esse trauma e provavelmente nunca ouviu falar que crianças que são molestadas sexualmente podem desenvolver prematuramente desejo sexual e vontade de se masturbar. ela foi violada antes de entrar na adolencência 7 anos é muito triste. e cada mulher reage de uma forma apos o abuso, respeitem gente.

      Excluir
    5. pra mim essa gata selvagem é um homem que faz isso com frieza, ou é uma puta vestida de santa que ate usa nome de Deus. me poupe seja quem for, se não sabe o que ta falando guarde pra vc

      Excluir
  15. Fui estuprada quando criança. Era um tio. Ele me violentava sexualmente mas nunca completou o ato. Isso desde que tinha 9 anos. Até uns 15. Ele me ameaçava. No começo eu nao entendia. Depois ele começou a me ameaçar e ameaçar minha familia.

    Só com depois de uns 13 anos que eu lutava contra.
    Só que eu não consigo compreender. Um ficava excitada algumas vezes. Apesar do medo. APesar da dor.Apesar da raiva. Já li que é normal.

    Isso me corroi por dentro até hoje. E eu comecei a ler sobre quando 15 anos. E via conto erotico. Eu não entendo como eu sinto excitação por contos de incesto. É doentio e queria saber se acontece com alguem mais.

    Doi em mim falar isso e eu me reprimo muito. Odeio qualquer pornografia, mas me excito com contos de incesto.

    Eu nao tenho coragem de falar para psicologo, psiquiatra, amigo, qualquer um. Nã confio em ninguem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É normal. Você não é a única. Eu também sinto isso. Eu fico chateada porque gostaria de ter raiva ao presenciar situações assim, mas algumas vezes quando eu ouço histórias eu me excito. Graças a Deus é só com história mesmo.

      Excluir
    2. cada mulher reage de uma forma,a pessoa e violada prematuramente pode desenvolver desejo sexual precipitado e outras podem não querer mais ter relaçoes sexuais isso tudo tem haver com o trauma.

      Excluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Fui estrupads aos meus nove anos de idade pelo um tio q praticou os abasos até os meus dozes anos de idade ele me tinha como um brinquedo sexual e debaixo das suas ameaças nunca tive coragem de denúncia pois temia pelos meus irmãos mas novos hoje tenho 21 anos e as vezes consigo sentir o cheiro muito ruim viver a cada ano q se passa com memórias de um passado nada gentil pois sofri tanto agrecao física como sexual e as vezes fico muito mal e me isolo das pessoas tenho nojo de tudo q aconteceu comigo e quero muito me ver livre dessas lembranças q tanto me trazem pavor e angústia.

    ResponderExcluir
  18. quando criança muitos moleques me tocou por cima da roupa em festas e outros. quando fiz 11 anos ia passear na casa de meu irmão em outra cidade e pra chegar lá fui em cima de uma carroceria de um carro e quem me levou foi meu vizinho, durante a viagem sentir uma mão por cima de meu short em seguida ele enfiou o dedo dentro da minha calcinha afastou ela e começou a mexer na minha vagina tocou por um tempão, foi tanto tempo que meu pequenos lábios incharam e cresceram. quando chegou na cidade ele me levou pra uma casa em construção e começou a mim tocar só parou pk falei vou contar mãe ele falou conta não, ai falei vou contar meu irmão como ele era conhecido como bravo ele parou. eu não consigo namorar ninguém, fiquei vários anos perturbada, ansiosa, insonia e depressiva e por Deus desejo que ele vá pra o inferno odeio aquele bigode do cão.

    ResponderExcluir
  19. Quando eu tinha nove anos fui abusada pelo meu pai e isso aconteceu ate 16 anos,eu dava sinais a todos da familia mas ninguem desconfiava de nada,hoje tenho muitos problemas um deles eu nao consigo expressar meus sentimentos,choro a toa ,me sinto muito estranha ate hoje ,agors tenho 22anos mas nao esqueço e meu marido nao conversa comigo,fica me lembrando do passado e diz q so esta comigo por causa da minha filha,ela tem dois aninhos,o que eu faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha queria minha esposa também foi estuprada pelo irmão, então fale para o seu marido , largar de ser covarde, e ser uma pessoa forte, e não te culpar culpe o mundo o capeta ou o que for, mas vc so é uma pessoa inocente. As vezes sinto odio de mim, de minha esposa, de seu irmão e do mundo, mas tento não expressar. Talvez ela até saiba por que estou assim mas nunca disse a ela nada. Felicidade e tente não ficar pensando, converse uma vez com seu marido e diz o que sente. As vezes eu queria que minha esposa conversaçe sobre isto, mas ela superou eu acho; e parece que ama seu irmão, isso me deixa chateado as vezes. Mas como sempre fico em silencio.

      Excluir
    2. Mas hoje estou tão triste...

      Excluir
    3. vc ainda vem aqui?

      Excluir
  20. Boa noite. Tenho hoje 44 anos. Fui violentada várias vezes pelo irmão da mulher do meu tio. Ele dizia q se eu contasse pra alguém, me mataria e aos meus pais tb!!! Impressionante como uma situação dessas fica detalhadamente em nossa memória pra sempre. Pra completar, quando minha mãe descobriu me bateu muito. Queria saber se isso tem a ver com meu péssimo comportamento hj em dia. Pois sou insegura ao extremo, e tenho dificuldade em me relacionar com as pessoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho hoje 44 anos, mas tinha apenas 5 anos na época!

      Excluir
    2. Com certeza. Por isso é bom fazer uma análise para você se entender melhor.

      Excluir
    3. pra você ver que sempre aconteceu isso, hoje em dia acontece mais, mas homem safado sempre teve por isso tem que contar e denunciar.

      Excluir
  21. Não me lembro ao certo quando tudo começou,a primeira lembrança que tenho é com 3 para 4 anos com meu "pai" por cima de mim,isso aconteceu até os 12 anos.Ocorreu um evento com 8 anos,quando um vizinho tentou me estuprar quando estava a caminho da escola me puxou para um campo de futebol perto de minha casa,chegou um carro bem na hora,eu consegui sair desesperada cheguei na escola e contei para a diretora,chamaram meus pais mas adivinha meu "pai" não quis denunciar,se não é claro iam me fazer perguntas em que eu ia ligar as coisas,com essa idade eu ainda não entendia o que acontecia,ele então pegou um facão o qual batia em toda a minha família e foi atras do cara,na casa ameaçar de mata-lo como fazia com todo o mundo.No fim ficou por isso mesmo.O monstro tentou se matar por inúmeras vezes,e matar a todos nós.Com 10 anos eu menstruei e por azar minha mãe trabalhava e meu pai (monstro) era um vagabundo que só bebia e fumava o dia todo estava em casa foi horrível,até então ele apenas se masturbava e me apalpava mas nesse dia perdi minha virgindade,toda a minha inocência,no colégio começaram as brincadeiras de namoradinho coisas de criança,mas eu fui percebendo o que acontecia comigo,com 11 anos eu me revoltei,ficou ainda pior eu dizia que ia contar para a minha mãe,ele ameaçava matar todo mundo,me calei,porém rezava todo dia para que ele morresse. Com 12 ele teve câncer espalhado por todo o corpo lhe deram alguns meses de vida,por algum tempo cuidei dele,eu poderia ter me vingado,mas não queria ser uma pessoa ruim como ele era,dava banho,trocava curativos,ele todo cagado,sabe ele sofreu bastante,veio a falecer no dia do meu aniversário,estragou meu dia,mas ele ja havia estragado minha vida inteira,não fez muita diferença. Hoje não tenho fé,contei para as pessoas mais importantes para mim,minha mãe hoje em dia sabe,não sei se foi certo ou bom,porque ela também sofreu bastante,indo trabalhar com o rosto inchado,não sei se eu estaria viva para contar se ele ainda estivesse entre nós.Antes de morrer ele me pediu perdão,eu não perdoei sinto uma carga negativa atras de mim desde então,perco o sono,tenho pesadelos,parece que até morto ele me amedronta é apavorante,tenho vontade de me suicidar constantemente. Obrigada e desculpe o desabafo,e os erros de portugues.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses monstros até depois que morrem continuam atormentando...eu vi tb depois de morto o cretino do meu avô, vai em um centro espírita e coloca o nome desse encosto para oração e assim ele sair de perto de você!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Olá minha amiga unha, sou homem e já mais pensei que isso poderia acontecer com minha família, você fez certo em não perdoar, até mesmo Deus não perdoa em um caso como o de Judas, fica parecendo que homem é uma desgraça. Mas há ainda poucos com valores morais. Só não fique pensando no passado irá te fazer mal, leia a Bíblia irá descobrir que algumas mulheres foram estupradas e o. Que aconteceu com os homens imprestável.

      Excluir
  22. Eu também tenho uma história que nunca contei. Tenho 35 anos. Acredito que com a idade está me vindo um sentimento de incoformismo enorme uma vontade de gritar para o mundo mas também tenho muita vergonha. Tive um padastro dos 9 aos 14 anos que me estuprava dentro de casa. Dormia no mesmo quarto que ele e minha mãe e ele mechia na minha vagina a noite eu não entendia e ficava quieta, que vontade de voltar no tempo e gritar. Com tempo foi aumentando ele não penetrava mas pedia para esfregar o penis em mim, chu par meus peitos...tenho tanto nojo de mim que ninguém imagina..ele dizia que ue seu contasse iria pra febem, pra tudo quanto é lugar e o pior é que minha mãe que teve uma vida muito difícil, abandonada pela mãe e escravizada em casa de família e estuparada também e abandonada pelo meu pai também só sabia sentir raiva da vida e de mim também ela também me batia, torturava e maltratava muito e eu não tenho família, não tinha coragem de contar pra ninguém... vivi isso até ele ir embora da minha casa...teve também um vizinho que pediu para minha mãe para ir dormir na casa dele para levar a filha dele para a escola de manhã, ele e a esposa trabalhavam em fábrica tinham que sair cedo, eu achei bom na época minha vida era horrível dentro daquela casa achei que faria algo diferente, mas não foi nada diferente do que eu já tinha em casa, ele também abusou de mim, me passava a mão falava besteira com esposa e a filha dormindo nos quartos...como isso é possível? até hoje não entendo... toda essa violência me fez crescer esquisita só entrei me relacionamentos de abuso com um professor de natação aos dezenove, o cara me maltrava demais me tratava como prostituta e mesmo assim eue acaha que gostava dele...loucura...conheci um homem casado na internet, o cara mais esprto do que eu obviamente só me enrolou, outra forma de abuso, saia com homens que conhecei em um dia...só sinto nojo e vergonha e raiva e vontade de morrer acada dia que acordo só tenho vontade de não acordar no dia seguinte, conheci um rapaz estamos juntos a 8 anos, mas não sei, ele diz que me ama, mas só comeu meu dinheiro e se aproveitou da condição de vida que eu tinha, hoje eu não tenho nada eu já falei pra ele ir embora, mas ele não vai...ou seja acho eu só encontrei outra forma de abuso...o que perguntou exaustivamente pra Deus e pra mim mesma, porque eu vivo esse disperdicio de existencia, pra que isso? pra que a minha vida? não encontro resposta...

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde meu nome e Paulina estou desesperada preciso de ajuda urgente alguém sabe de algum grupo de watsap que ajuda pessoas que sofreu abuso sexual quando criança e ficou com sequelas psiquiatra que prejudica sua vida de casada entre em contato as veses penso até em me matar nao tenho coragem de conversar sobre i assunto com ninguem

    ResponderExcluir
  24. Sofri abuso do eu pai desde menina, bem pequena, de maria chiquinha nos cabelos, até a adolescência. Minha mãe saia para estudar e ele me levava para a sauna ou entrava no banheiro enquanto eu tomava banho e era lá que tudo acontecia. Me tampava a boca, batia em minhas pernas e me tocava, se masturbava... Era nojento. Além do abuso sexual havia o abuso físico e emocional. Nunca ninguém soube. O medo, a vergonha e o sentimento de culpa tomaram conta de mim e não me deixaram falar. Até hoje ele mexe comigo, desespero, os sentimentos de antes se tornam vivos e reais.

    ResponderExcluir
  25. Olá, quando minha namorada tinha 10 anos de idade, ela sofreu abuso sexual, li bastante em sites sobre o assunto e acabei descobrindo aqui algumas coisas relacionadas com o que acontece com ela, li comentários e etc... Ela tem dificuldades em ter relações sexuais comigo, antes de mim, acontecia o mesmo com antigos namorados dela, mas isso não vem ao caso, pois ela sempre chora ao lembrar a cena, tem vontade de se suicidar sempre, tem vez que ela se dopa de remédio para se matar, mas ainda consigo convencê-la a vomitar tudo, acho chato isso, ela tem vergonha de dizer, até hoje só eu e alguns amigos nossos sabem disso, gostaria em saber se alguém consegue me ajudar com isso (algo para eu tentar ajudá-la de alguma forma)... agradeço a todos que possam me ajudar com esse problema

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geralmente tem um lugar na cidade que oferece atendimento psicológico gratuito como CAPS ou CRAS, vá a um posto de saúde e procure saber onde que vc pode levar ela, eu cheguei a ir no CAPS da minha cidade por crises de ansiedade, lá tinha consultas, remédios gratuitos e umas reuniões de grupo que aconteciam todas as terças com a psicologa, acho que dialogo com uma psicologa seria de grande ajuda pra ela, e parabéns pela postura de querer ajudar a pessoa que vc ama!

      Excluir
  26. Minhas queridas...vcs não tem culpa de nada e esse é meu primeiro conselho. Procurem um psicólogo. Além do tratamento psicologico há a terapia floral q trata tudo o q vcs estão sentindo. Sou terapeuta floral e aconselho a vcs encontrarem um no local onde moram para fazer um tratamento adequado com acompanhamento.
    Deixo aqui alguns florais de Bach q poderiam ajuda-las

    Pine: culpa
    Star of Bethlehem: trauma
    Cherry plum: medo de perder a cabeça e fazer alguma loucura
    Rock Rose: pânico
    Gorse: depressão
    Holly: raiva
    Willow: mágoa
    Crab Apple: para quem se sente sujo, baixa auto estima

    Além desses, minha queridas guerreiras, existe o sistema floral de Gaia com florais específicos para quem sofreu abuso sexual.

    Procurem uma terapeuta q possa ajuda-las.

    Os florais não são medicamentos. Eles tratam dores da alma.

    Beijos de luz. Sintam-se todas abraçadas. É mais uma vez, a culpa não é de vcs.

    ResponderExcluir
  27. Minhas queridas...vcs não tem culpa de nada e esse é meu primeiro conselho. Procurem um psicólogo. Além do tratamento psicologico há a terapia floral q trata tudo o q vcs estão sentindo. Sou terapeuta floral e aconselho a vcs encontrarem um no local onde moram para fazer um tratamento adequado com acompanhamento.
    Deixo aqui alguns florais de Bach q poderiam ajuda-las

    Pine: culpa
    Star of Bethlehem: trauma
    Cherry plum: medo de perder a cabeça e fazer alguma loucura
    Rock Rose: pânico
    Gorse: depressão
    Holly: raiva
    Willow: mágoa
    Crab Apple: para quem se sente sujo, baixa auto estima

    Além desses, minha queridas guerreiras, existe o sistema floral de Gaia com florais específicos para quem sofreu abuso sexual.

    Procurem uma terapeuta q possa ajuda-las.

    Os florais não são medicamentos. Eles tratam dores da alma.

    Beijos de luz. Sintam-se todas abraçadas. É mais uma vez, a culpa não é de vcs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende do psicologo Marina, os que eu conheço por exemplo são totalmente contra o aborto em caso de estupro, e aí? Um psicologo obrigar a sua paciente que foi violentada a carregar contra a vontade dela o trauma pode??? Por que os que eu conheço pensam dessa maneira, que o importante é salvar o bebê, a mulher que se acostume com o filho do estupro. Eu moro em uma cidade conservadora, aqui se uma mulher for estuprada e engravidar ela não terá para quem recorrer se quiser fazer aborto.

      Excluir
    2. Depende do psicologo Marina, os que eu conheço por exemplo são totalmente contra o aborto em caso de estupro, e aí? Um psicologo obrigar a sua paciente que foi violentada a carregar contra a vontade dela o trauma pode??? Por que os que eu conheço pensam dessa maneira, que o importante é salvar o bebê, a mulher que se acostume com o filho do estupro. Eu moro em uma cidade conservadora, aqui se uma mulher for estuprada e engravidar ela não terá para quem recorrer se quiser fazer aborto.

      Excluir
  28. Gente, eu gostaria de uma ajuda... É que eu tenho uma namorada e ela foi violada desde os 9 aos 11 anos pelos seus dois irmãos. Eu tenho medo do que ela pode fazer consigo mesma e quando ela me contou não tive palavras, minha boca secou e dela não saiu mais nada de muito confortante, eu só tive palavras para tentar convence-la de que a culpa não é dela. Eu já tentei suicídio e sei oque passa na cabeça de quem pensa nisso (obviamente). Eu gostaria de poder ajuda-la a esquecer isso, pois ela é uma pessoa muito boa e que amo demais, não quero vê-la morrer. Por favor, me ajudem, isso não me deixa dormir a noite, eu tenho medo do que ela pode estar fazendo na casa dela enquanto estou lá tentando dormir. O pior é que ela tem realmente muitos motivos para querer tirar a própria vida, eu não tenho nem a metade do sofrimento dela e já tentei... Isso é horrível.

    ResponderExcluir
  29. Eu comecei a ser abusada sexualmente pelo meu avô com cinco anos, minha mãe(sua filha)naquele dia me deu banho, um tapa na cara e me disse que a culpa era toda minha pois eu era uma vagabunda. Bom, aquele dia foi só o início do inferno que se estendeu até meus doze anos, mas não antes do meu avô me dividir com outros dois tios meus e estes me abusarem e um consolidar o estupro propriamente. Isso foi até meus dezesseis anos...toda a família sabia inclusive meu pai, mas conforme ele mesmo me disse, não quis causar um impacto para minha mãe e avó...mas comparando com a violência verbal e física q sofri de minha mãe, eu não sei qual foi pior...apanhei muito, não podia ter amigos...como consequência acho que já tomei todos os remédios psiquiátricos existentes, anfetaminas tb todas quando era adolescente pois não controlava meu peso...sempre procurei uma bengala, hj não tomo mais remédios, bebo bem menos do que já bebi, parei com cigarro e finalmente há 1 ano consegui afastar minha mãe do meu convívio embora as pessoas não entendam isso, quem via de fora achava ela uma ótima pessoa! (sim, uma verdadeira atriz na rua, e em casa um roteiro digno de terror)...mas quer saber hj tenho 38 anos, não consegui ainda ter filhos, tenho medo, vejo raiva, sinto como se minha vida tivesse parado quando eu tinha cinco anos, e eu achei que esqueceria mas só fica mais forte as sequelas e sinceramente acho que todo abusador deveria matar pois deixar viva a vítima é fazê-la relembrar todos os dias e é muito difícil, eu acho que só morrendo para superar, não tem como esquecer tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou homem e sei o que deixaria um bem abatido, fale com a esposa de cada um, o seu sofrimento vai diminuir quando cada um começar a pagar, fique longe desses homens imprestáveis, fale com suas filhas de maior e antes observe se as de menor não foram molestadas pois da tempo ainda deles irem para cadeia. Animais assim não muda.

      Excluir
    2. Sinto muito pelo que aconteceu! Sei que foi horrível e que isso deixou marcas que te impedem de viver, mas não precisa ser assim, não! Você não precisa ser refém do seu passado, a culpa não foi sua, e ele não pode destruir a sua vida, ele tentou mas não pode! Você é forte e vai passar por cima disso, preciso te dizer que você precisa de ajuda, e quem irá te ajudar é Deus, não sei se você acredita que ele exista, ou se você tem alguma mágoa com ele pelo que aconteceu. Mas saiba ele não gostou disso, ele também sofre. Ele não vai apagar o que aconteceu, mas vai escrever novas paginas. Acredita em mim quando eu digo, existe um Deus que te ama, e que quer te ver livre de sofrimento, peça ajuda para ele, e ele irá restaurar seu coração! Você vai ficar bem, você é uma guerreira e uma mulher especial, não deixe que a maldade que fizeram contigo contamine seu coração.

      Excluir
  30. Ja fui estrupada com 16 anos pelo meu padrasto e nunca mas vou esquecer isto tenho medo dele fazer algo com minhas irmas eu tenho 20 anos hj e isto me deix louca ate hj����������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Homem não muda, vê se suas irmãs estão na mesma situação e denúncie.

      Excluir
  31. Aos 11 anos eu sofri um abuso, não chegou a concretizar o ato, graças a Deus, mas marcou muito porque uma pessoa me culpou. Uma pessoa muito próxima, mas que era imatura e apenas 6 anos mais velha que eu, ou seja 17 anos, uma adolescente. Eu queria gritar para o mundo NÃO FOI CULPA MINHA! Pode ser que eu tenha sido covarde, idiota, boba... Mas quem não é aos onze anos? Pior que essa mesma pessoa trouxe alguém para nosso convívio que é capaz das mesmas coisas. Vivo com medo, angustiada, me achando um lixo por tudo e me transformando em um lixo porque como tanto para ficar ainda mais feia para "não chamar a atenção" que isso me fez chegar aos quase 100 kg. Tem dias que são piores que os outros, tem dias que eu acho que tudo são flores, que as pessoas sãos boas e que ainda existe esperança, mas hoje, particularmente hoje a feriada esta aberta, creio que chegarei ao final do dia com os olhos inchados de tanto chorar, ou talvez vim aqui desabafar faça alguma diferença. Fiz mais de um ano de terapia, indo toda semana, onde finalmente aprendi que não superei e que eu preciso sentir para superar... A psicologia diz isso. Estou sentindo. Antes me recusava a ficar pensando e aquela ferida ficava lá se multiplicando, alimentando meu cérebro, criando vida... Hoje repasso os fatos, lembro das acusações, o julgamento. Se querem saber essa pessoa é a que eu mais me dou bem hoje, mas nada ainda foi dito. Minha psicologa diz que tenho que perdoá-la para seguir em frente, já fiz isso. Quanto à pessoa em que me referi que pode potencialmente causar algum dano parecido (abuso), mantenho total distância, não baixo a guarda e serei até mesmo grossa se precisar. Hoje eu sei me defender. Hoje eu aprendi com inúmeras situações que mulher TEM QUE SER RESPEITADA. Não aceito que me chamem de gostosa, não sou um pedaço de carne. Eu não dou liberdade.... a NINGUÉM. Sabe o que é realmente triste? Que a maioria dos abusos ou estupros acontecem vindo de pessoas que a gente menos espera e mais conhece. Se você que esta lendo já passou por algo parecido, levanta a cabeça, enxugue as lágrimas e vamos em frente. Superar é preciso. Não dá para mudar o passado, não dá para ter sido mais esperta, menos medrosa ou muito menos azarada... Mas dá para fazer melhor daqui pra frente. Vamos lá. Casar, ter filhos, ser feliz... Tudo isso ainda é possível para quem sofreu violência sexual. Não desacredite na humanidade e confie sempre em Deus, ele tem a resposta para tudo e o acalento para qualquer dor. Desejo a cada uma de vocês de cada caso que li aqui nos comentários que tudo isso passe, ou que pelo menos não traga tanta influência na vida de vocês. "Faz tempo que eu não vejo a luz do dia, estão tentando sepultar minha alegria, tentando ver meus sonhos cancelados..." Não faça isso com você. Não se culpe. Isso é uma doença perversa de alguém que não pode ser considerado nem um ser humano. Não se vitimize também, lágrimas secas, cabeça erguida, conquiste o mundo!

    ResponderExcluir
  32. Quando tinha dez anos meu padrasto me violentou. Minha mãe desconfiou e não fez nada. Tempos depois ela teve certeza e ainda assim nada,pelo contrário ela me culpou na é poca e me culpa até hoje,assim como quase todos da minha família.Isso durou três anos. Hj tenho vinte e quando lembro me vem todo sofrimento da época. Eu não sabia nada sobre sexo era muito nova. Quando completei meus 13 anos um outro homem também me segurou e acabei engravidando. Mesmo tendo sido assim jamais pensei em aborto,pelo contrário amei minha filha assim que soube que estava grávida (Mesmo aos treze anos). Hoje minha filha tem cinco anos,e é tudo pra mim. Em ambos os casos não me machucaram mas eu não queria.
    Por causa de tudo que me aconteceu sou uma pessoa muito dura. Já tive outros relacionamentos porém nenhum duradouro,sempre afasto as pessoas do sexo masculino,quando vejo que gosto de alguém me Afasto. Os namorados que tive quando me davam carinho me irritava,por vezes até a presença deles me irritava. Fiquei com fama de uma mulher qualquer e soube recentemente que é porque meu padrasto falava pra todo mundo o que fazia comigo. Como se eu quizesse!
    Hoje aos vinte anos tenho dois filhos,tenho problemas com relacionamentos amorosos,nunca fui a um psicólogo, antes porque minha mãe não me levou,agora estou sentindo a necessidade de me tratar,até porque estou com problemas em lidar com minha raiva. Tenho muito medo que meus filhos passem por coisa parecida,tento mantê-los perto de mim a todo tempo e acabo os sufocando e me sufocando. Vejo maldade em todos.Sou uma pessoa calma e tranquila. Mas quando me irrito de verdade a minha vontade é bater e bater e bater na pessoa que me irritou. Graças a Deus nunca aconteceu mas tenho medo que aconteça, principalmente porque as únicas pessoas que me descontrolam assim são minha mãe e minha filha. Amanhã vou passar pelo clínico e pedir um encaminhamento para o psicólogo. Recomendo a todos que façam o mesmo.

    ResponderExcluir
  33. Bom,tenho 16 anos e nunca fui estuprada,entrei neste site por que tenho um trabalho de pscologia para ser entregue com esse tipo de tema.Me sinto em um país sujo,onde olho pra alguns homens e sinto nojo de viver aki.Lendo esses comentarios e respostas,chorei... Me sentir estuprada junto com todas vcs.Não importa sua religião ou crença,Deus diz que as pessoas que se vingam acabam se ferindo,as vezes ate mais do que foi ferido pelo abuso,e a vingança traz o indurecer de um coração e torna-se incapaz de amar as pessoas,então não se vingue fará mal a si próprio.O amor é uma maneira de Deus de curar as feridas dos outros.As vezes as pessoas cruéis fazem mal pq estão feridas,não defendendo os agressores,mais vcs mulheres feridas por crueldade de homens feridos da vida,esperem no Senhor que Ele trará um amado para sua vida e assim vc amará.E Deus com sua infinita bondade e amor por vcs diz:Ame os seus inimigos e orem pelos que te perseguem e assim entrará no Reino dos Céus.E Deus diz também que quem fizer mal a algum filho seu será punido,então deixe que Jesus seja seu Juíz e no Juízo final Ele te contemplarar. Bjs,orarei para Deus tira toda mágoa e sofrimento de todas vc.

    ResponderExcluir
  34. Sábado dia 11 de junho de 2016 as 13:00 hs eu fui estuprada minha maior revolta foi Pq chamei por minha vizinha da frente ela ouviu meu desespero e não fez nada eu sofri tanto mais tanto que me dói só em pensar. Não sei oque é dormir tenho medo de ficar só medo de tudo até do vento quando está forte. Mais sei que Deus vai me ajuda . Olho pros meus familiares e tenho vergonha sei lá oque eles ficam pensando. Fiquei deformada. Meu rosto com hematomas pernas cortada e minha alma sofrida eu me sinto imunda suja... já pensei várias vezes em pular da Ponte Pq so assim tenho certeza que minha dor vai passar anotem remédio que passe oque eu sinto. Mais não tenho coragem de sair se casa por isso que ainda não tirei minha vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jesus te ama e é o único remédio eficaz,Ele pode curar todas as feridas q ficaRAM na sua alma e um vc voltará a sorrir.Busque Jesus o mais rápido possível.

      Excluir
  35. a cada relato que lia meu coração gritava por cada uma de voces e o que quero que cada uma de vcs saibam é que a vida de voces é preciosa demais, mesmo diante desses homens com atos horriveis, há esperança, há uma saida,
    Senhor Jesus um verdadeiro homem foi capaz de morrer por cada uma de vcs, para que vcs possam ser totalmente curadas de todas as marcas qeu esses homens deixaram em vcs, o amor de Deus é capaz de restaurar todas as coisas, por mais que pareça dificil confie em Deus, diferente de nós ele não falha e é fiel em tudo que promete!
    Ele não te julga ou te condena, ele simplesmente te ama e quer te ajudar a se livrar dessas feridas sejam no seu corpo ou na sua alma, ele quer o seu melhor

    ResponderExcluir
  36. eu tenho 58 anos e moro com meu filho e no mesmo quintal mora um rapaz q foi casado ha 28 anos com a mesma mulher quando ele veio morar aqui ele ja estava separado e eu vim depois no inicio ele era uma pessoa bem agradavele veio me padir para namorar mais na realidade mesmo ele so queria era amostrar para a ex q tinha outra pessoa eu não dei importancia pra q ele falou foi quando ele apareceu com outra mulher na casa dele ate então agente se dava super bem ele me contava o q estava acntecendo e disse q so gostava dessa nova mulher mais amava mesmo a ex quando a ex foi na policia pra colocar ele pra fora da casa dela ele virou um bicho depois não sei pq eles se entenderão digo os quatros e eu como sempre querendo ser boa mostrar a politica da boa visiança sempre fui bacana quando ele passava mal eu ajudava quando um dia ele disse q esva sentindo muitas dores na coluna e me pediu para colocar compressas quentes eu fui foi quando ele me agarrou tirou minha roupa com uma violencia imença seguroru meus baçao para tras ele sabia q tenho problemas no joelhos eu pedi q ele colocasse camisinha pelo menos pq eu pensava em fungir mais ele não fez e me estrupou pela frente e por tras quando ele terminou foi q ele me deixou eu corri pra casa dois dias depois descobri e esta com gonorreia lutei sozinha pra me curar tenho muita vergonha disso tudo pior q ele continua morando no mesmo quintal eu tenho medo dele raiva tudo junto não sei o q fazer por favor se tiver alguem q me ajuda eu agradeço( sou semi operada de uma cirurgia bariatrica e não posso tomar qualquer remedio não estou comendo nada) me ajude por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. DENUNCIE ELE AINDA ESTÁ EM TEMPO,DELEGACIA DA MULHER NELE

      Excluir
    3. Marilda,procure ajuda.Pois tenho mais de 40 anos ,fui vítima de abuso na infância e até hoje sou prejudicada.

      Excluir
  37. Infelizmente eu conheço psicologos que são contra o aborto em caso de estupro. Eu já ouvi uma psicologa dizendo que se atendesse uma mulher grávida de estupro que quisesse abortar ela expulsaria no mesmo instante da sala dela.E no caso da vítima se deparar com um profissional assim, que não respeite a vontade dela o que ela pode fazer?

    ResponderExcluir
  38. Infelizmente eu conheço psicologos que são contra o aborto em caso de estupro. Eu já ouvi uma psicologa dizendo que se atendesse uma mulher grávida de estupro que quisesse abortar ela expulsaria no mesmo instante da sala dela.E no caso da vítima se deparar com um profissional assim, que não respeite a vontade dela o que ela pode fazer?

    ResponderExcluir
  39. Oi... tenho 20 anos.
    Fui violentada aos meus 13 anos por um conhecido da família. Na verdade, ele não tirou minha virgindade , ele queria se satisfazer e me forçava a se ajoelhar em frente dele e me batia pra eu abrir a boca e colocavá o pênis dele.
    Isso aconteceu duas vezes seguidas.
    Na outra vez ele sentava no sofá e segurado em meu cabelo ele me forçava a chupar ele é me segurava tanto contra o pênis dele que eu faltava o ar e só aí ele me soltava. Isso sempre ocorria antes dele gozar na meu rosto e boca e me mandar ir embora.
    Nunca contei pra ninguém pq fiquei assustada e sem reação.
    Hoje tenho medo de ficar em casa sozinha, e de me relacionar com qualquer homem. Apesar de sentir atração física por homens sempre tive medo de que me machuquem.

    ResponderExcluir
  40. meninas eu tbm sofri o abuso sexual no meu caso foi pessoa conhecida eu tinha 18 anos e até hoje eu sofro as conseguencia as vezes eu choro peço a Deus pra ele mim proteje de todo mal não é fácil não hoje eu tenho 23 anos e tenho uma filha linda que Deus mim deu e ela está mim ajudando a superar pq não é fácil com fé em deus a gente consegue

    ResponderExcluir
  41. Nesse final de semana que passou,meu ex colocou uma arma na minha cabeça,me levou para um motel,me obrigoua fazer coisas horríveis,eu não falava nada,só sabia chora,como eu sempre contei tudo oque eum Fazia pro meu namorado,quando cheguei em casa domingo quase meio dia,liguei para ele e falei oque tinha acontecido,ele ficou chocado não sabia oque fazer,durante o domingo eu chorei bastante,algumas amigas me levaram no medico fiz todo procedimento... fui pra casa,e na segunda eu tinha que trabalha,eu não queria sair do quarto,minha maior vontade era de me jogar da janela do meu quarto(quarto andar)fiquei em casa até a hora de ir trabalhar,entrei no ônibus,parecia que todos sabiameus oque tinha acontecido,chorei muito até chega no serviço,chegando lá...chamei minha supervisora,ela falou que eu não podia trabalha naquele estado,fui pra casa chorei a tarde toda,me sentindo culpada,ontem terça feira,dia 23/08/2016.fui no medicofiz alguns exames não deu nada,hoje ainda estou sangrando muito,eu só queria vê aquele nojento morto essa é a minha vontade,sei que não e fácil passar por isso,mais a cada dia estou me apegandocom Deus

    ResponderExcluir
  42. Nesse final de semana que passou,meu ex colocou uma arma na minha cabeça,me levou para um motel,me obrigoua fazer coisas horríveis,eu não falava nada,só sabia chora,como eu sempre contei tudo oque eum Fazia pro meu namorado,quando cheguei em casa domingo quase meio dia,liguei para ele e falei oque tinha acontecido,ele ficou chocado não sabia oque fazer,durante o domingo eu chorei bastante,algumas amigas me levaram no medico fiz todo procedimento... fui pra casa,e na segunda eu tinha que trabalha,eu não queria sair do quarto,minha maior vontade era de me jogar da janela do meu quarto(quarto andar)fiquei em casa até a hora de ir trabalhar,entrei no ônibus,parecia que todos sabiameus oque tinha acontecido,chorei muito até chega no serviço,chegando lá...chamei minha supervisora,ela falou que eu não podia trabalha naquele estado,fui pra casa chorei a tarde toda,me sentindo culpada,ontem terça feira,dia 23/08/2016.fui no medicofiz alguns exames não deu nada,hoje ainda estou sangrando muito,eu só queria vê aquele nojento morto essa é a minha vontade,sei que não e fácil passar por isso,mais a cada dia estou me apegandocom Deus

    ResponderExcluir
  43. Sou homem. Nunca fiz nada parecido e graças a Deus não aconteceu com nenhuma mulher que conheço. Cheguei aqui por conta da cena de estupro do seriado Justiça de ontem. Tal como ontem, senti um desejo enorme de abraçar apertado cada uma das vítimas e destroçar cada um dos agressores. Por favor, acreditem: há homens bons. Há muitas coisas boas no mundo. Não desistam da vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lendo relatos, eu que fui vítima tive vontade de chorar com o seu comentário. Sei que há homens bons. Obrigada por existir.

      Excluir
    2. Oi, Tenho 19 anos agora... Quando tinha 11 anos, fui sequestrada e sofri um abuso sexual, ele não tirou a minha virgindade, foi sexo anal. Falo isso para vocês agora, pq eu não sei o que aconteceu comigo, estou completamente viciada em drogas, faço coisas ruins para consegui-lá, tenho desejos sexuais por mulheres, nada relacionado a sexo eu vejo como algo anormal. Ninguém do meu convivo sabe, só quem vivenciou na época, eu me sinto um lixo, um lixo mesmo, sempre fui criada pela minha vó, um mulher incrível, guerreira... Porém eu acho que eles acham que eu superei isso, não sei ao certo se superei ou não, fico triste por eu fazer coisas tão impuras, não sei se é por conta do que me aconteceu, e no meio disso tudo, penso que todas as pessoas que vivenciou na época do ocorrido, me ver como objeto, meu padrasto, o marido da minha tia. Me sinto tão bosta, escreve isso aqui para vocês com muitas lágrimas nos olhos, só queria morrer ou ser uma pessoa limpa. Queria poder falar tudo que eu to falando para vocês para a minha vó, a pessoa que eu tanto amo, pedir ajuda sabe, acho que ela não ver que tudo que acontece comigo hoje, pode ser fruto do que já me aconteceu, na época eu me fechei para isso, não queria falar, não queria fazer nada que pudesse me lembrar, porém hoje vejo que foi um erro eu ter me fechado para isso. Me sinto uma pessoa tão nojenta, imunda, ruim. Acho que preciso de ajuda, ou eu sou um lixo mesmo, uma vadia!!!!! O que me dá mais raiva nisso tudo que eu sei que não sei pq faço isso comigo mesma.

      Excluir
  44. OI eu fui violentada aos nove anos, ele nao penetrou mais fazia sexo oral, hoje tenho 28 anos sou casada durante anos me menosprezei me sentia um lixo pq eu deixava nao entendia mais nao podia lutar com ele alem de forte era mais alto e alguem da familia, minha mae nunca soube disso mais e alguem que ela ama muito,gente quanto nojo culpa eu senti, sempre pensava que eu era a culpada, um dia vi o depoimento de xuxa para o fantastico em relação ao abuso que ela sofreu na infancia, ai fui abrindo meus olhos e vendo que nao era culpada, e um sentimento horrivel pq a culpa faz vc sentir teu pior inimigo nunca fui ao psicologo( ah, minto porem, fui uma vez agora me recordo, humm gente nossa a mulher mal deixou conversar com ela) ai ja viu ne tive que sair do mesmo jeito que entrei,sabe gente o que aconteceu comigo? quando fui abusada eu tinha 9 anos isso acabou quando eu estava perto de fazer 11 anos.Hoje estou indo para igreja me sinto bem melhor gracas a Deus e sei que vou me livrar de todas as magoas e vcs tb mulheres de Deus

    ResponderExcluir
  45. Fui violada desde 1 ano até aos 17 pelo meu pai. A minha mãe sabia e permitia. Sempre me odiou. Hoje tenho 36 anos e foi-me diagnosticado transtorno de personalidade borderline. Tenho disturbios alimentares e de sono.... Não consigo ser feliz.

    ResponderExcluir
  46. A morte para estuprador e pouco13 de setembro de 2016 13:43

    O que o ser humano é capaz vc não acredita...
    O estupro em si qualquer quer seja não só violenta o corpo mais é uma navalha dilasserando a alma..

    ResponderExcluir
  47. Depois olhem o vídeo no YouTube sobre marllone as palavras que ele incentiva o estupro

    ResponderExcluir
  48. Alguém poderia me tirar uma dúvida, ou quem já passou pela situação me informar seu testemunho...uma pessoa que sofreu um estupro consegue se relacionar sexualmente com outro homem normalmente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michele, olha não é que não seja normal, o estimulo sexual acontece com qualquer pessoa, o corpo humano foi "programado" para isso. O maior problema é quando o parceiro ( ou parceira) tem alguma atitude inesperada ( brusca), quando eu começo a sonhar ( pesadelos) com "ele" eu não consigo ter relação com meu marido. Me trava. Não consigo. Eu fico sem vontade...
      Mas assim se a pessoa te amar e for paciente ela consegue ter relação sexual, desde que ela respeite vc, seu dia, sua vontade.

      Excluir
  49. Sim. Mas o primeiro passo além de ajuda de psicólogo ou até psiquiatra a pessoa precisa ir à uma igreja ter fé pra se livrar do mal ter a certeza que ela não é culpada e apenas mais uma vítima do sistema. E abrir o jogo com o parceiro pra ele ter paciência e saber respeitar o limite da companheira e o resto é ser feliz tem como superar mas a pessoa tem q querer e não ter medo de denunciar seu agressor mesmo que seja seu pai ou avó.

    ResponderExcluir
  50. Eu Fui estrupada pelo meu ex namorado,ele me forçou a fazer sexo com ele contra a minha vontade,foi horrível senti muita dor, ele me machucou,e doi até hoje, minha vida parece não ter mais sentido, sempre que tento me relacionar com alguém eu me fecho não consigo me soltar não me excito não sinto mais vontade de sexo minha vagina tá sempre ardendo, tenho 17 anos, acho que peguei infecção ou alguma doença vaginal, e não fui ao médico porque meus pais não sabem tenho vergonha de falar isso pra eles, e não tenho a quem desabafar sobre o assunto, estou triste angustiada e muito arrependida de ter me envolvido com este cara sem caráter, por causa dele eu não vou me entregar pra mais ninguem não vou ter filhos nem casar nunca porque só de pensar em sexo eu sinto dor e agora estou namorando uma pessoa muito legal ele sabe da minha história ele pediu pra mim contar pra minha mão mais não tenho coragem e eu já tentei ter uma relaçao com ele que só dele enfiar ficou ardendo e não rolou, nunca mais vou sentir prazer e vou até terminar com meu namorado porque não vou poder oferecer sexo pra ele mesmo ele sendo paciente,esse estupro aconteceu em agosto e a partir disso não sou mais a mesma quero ajuda

    ResponderExcluir
  51. (tt)3:29 DA MADRUGA E N CONSIGO DORMI OLHO PRA MINHAS 2 FILHAS E FICO CM MEDO D ALGO ACONTECER CM ELAS FICA PASANDO SENAS Q ACONTECEU CM MIGO NELAS E FICO EM PANICO TENHO MEDO DE MANDA ELAS PRA CRECHE FUI ESTRUPADA DOS MEUS 6 ANOS AOS MEU 15 Q FOI QUANDO FUGI DE CASA MEU TIO FACIA O Q QUERIA MINHA MAE SABIA MAS FACIA DE CONTA Q N VIA OS ROXOS MARCAS TRISTESSA RAIVA EM MIM HJ SOU FELIZ GRASAS A DEUS TENHO MEUS AMORES Q SAO MINHA FILHA E MEU MARIDO Q ME AJUDO MUITO FOI ELE Q ME TIRO DE LA TAO NOVO E TAO CABEÇA, MAS MESMO ASSIM EU TRAVO ALGUMAS VEZES QUANDO ELE ME TOCA CM O OUTRO OU QUANDO VEJO ALGO ESCUTO ALGO RELACIONADO ISSO TIRA MEU SONO E COMO UM FILME D TERRO QUANDO SOUBE Q ERA OUTRA MENINA QUAS MORRI N SEI O Q FASSO MEUS DIAS ESTAO SENDO ASONBRADO PELO MEU PASSADO PRA CONPLETA TA CHEGANDO FIM DO ANO E NATAL QUANDO A FAMILIA SE RELNE E TDS VEM PRA MINHA MAE EU MORO ATRAS DA CASA DELA N VOU FICA AQUI MAS SO D SABER Q ELE PODE VIM ANTES OU A QUAL QUER MOMENTO EU PARO N CONSIGO ME MECHE N COMO ISSO ME MATA POR DENTRO TD TRANCADO EU ESTO FAZENDO MAL P MINHAS FILHAS DEICHando elas trancadas mas no mesmo tempo e pro bem delas hj tenho 22 anos mas parese q foi ontem q td aconteceu lenbro d td e ate mesmo atras dessa tela eu sinto vergonha de mim mas falo desbafo tao ves sabendo q n vao ler ou? sei la isso me ajuda pensa q esto contando pra alguem.

    ResponderExcluir
  52. Fui abusada quando tinha 11anos,por um pai de uma menina que mi olhava pra minha mãe trabalha,depois q comecei a muda meu comportamento minha vo nao deixou ele mi olha mais,quando achei q tudo tinha acabado,meu irmao começou a abusa de mim tbm,mas mi sentia culpada por gostar,depois de um tempo vi q aquilo era errado,ai comecei a bate nele ate ele para,ele parou depois um namorado meu abusava de mim,namorava com ele por que minha mae mi obrigava,q eu era nova e ele mais velho diz ela q eu ia fica falada q eu tinha q namora com ele,foi ate q quando eu fiz 17 anos terminei com ele,minha mãe mi colocou pra fora de casa com 15 anos si nao fosse meu pai euros ia fica na rua,a gente fica um tempo sem lembra mas sempre volta a dor,e acabamos ficando mal,hoje tenho 24 anos uns meses atraz decide conta pra minha mae tudo que passei,mas nao contei pessoalmente,mandei msg no Whatsapp,ela so disse depois cvsamos,meu mundo desabou na hora,ela ficou 2 dias sem cvsa cmg,ai decide sair de casa,ia sair no sab quando foi na sexta arrumei tudo quando ela tava trabalhando,a noite quando ela chegou,veio cvsa cmg e disse que nao podia fazer nada,q tinha passado muito tempo q a unica coisa q ela podia fazer era cvsa com meu pai e resolver so o do meu irmao,q os outros ela nao podia fazer nada.falei que nao queria q ele fizesse nada sei que eles vao pagar por isso,e no cado do meu irmao fiquei um tempo cvsando com ele bem,convivendo bem,so que parei de ver ele um pouco ai tinha ficado bem,so q ele começou a frequenta la em casa,ai nem dormia a noite direito,tirei um pouco de peso das minhas costas em contar,mas minha mãe ficou perguntando pq nao contei antes disse q era difícil,ai ela veio fala que nao era e tals,q era facil d mais,falei q nao era com ela por isso q é facil fala,ela nao acreditou em mim,achei q ela ia mi ajuda,mas virou as costas pra mim,ela é doida com meu irmão e nunca ficaria contra ele,tem um mes q moro sozinha,depois q falei tinha ficado bem,mas tem duas semanas que começaram as recaidas,quero mi livrar disso nas não consigo e nem tenho ninguém pra cvsa,mi fechei pra relacionamentos,nao gosto de ter sentimentos,quando começo a gosta de alguem eu pulo fora,tenho medo de gosta mais e mi ferrar,hoje em dia procuro nao ter sentimentos,acho melhor,achei q pelo menos ia ter o apoio da minha mae,mas ela virou as costas no momento que mais precisei,na verdade ela nunca gostou de mim,so gostava do meu irmao,sempre mi tratava mal,hoje sinto uma dor tao grande na mesma hora que mi libertei disso começa a dor,o medo tenho medo de fica em casa de mim envolver,e medo de procura ajuda,medo de passa vergonha.sei que preciso de ajuda,e tbm nao teria coragem de fala sobre isso,nao quero volta mais no passado e fala sobre tudo,as vezes nem acredito em Deus,que si nao,nao passaria por isso,mas as vezes vejo que eh ele que mi ajuda a seguir em frente,nem sei mais no q acredita.na verdade nunca tive muita fe,dexei o mundo mi levar,ja usei drogas bebidas tudo pra livar disso,fica bem durante anos usando droga ate esquecia mas isso eh ilusão mais cedo ou mais tarde isso volta,e usar droga e bebida é perca de tempo,espero que consigo mi livrar disso um dia

    ResponderExcluir
  53. Dos 9 aos 12 anos sofri abuso sexual do filho do amigo do meu pai. Acontecia sempre a noite nos finais de semanas, festas aniversários, clube, não contei pra meus pais. Me isolei, não consigo me relacionar com ninguém tentei ter relações com outro homem mais não consegui, pensava no cara que me violentou, senti medo, dor. Hoje estou com vida parada nada da certo pra mim, quero seguir em frente mas estou bloqueada em todas areas da minha vida, social, financeira, emocional. Tenho sentido uma dor, uma angustia, estou tendo muitos flashbacks, além de outros sintomas de estresse pos traumático, insônia, taquicardia, dor abdominal, muito excitada. Quando vejo a cena que aconteceu, lembro que não resistir e muitas das vezes quando ele estava dentro de mim abusando de mim, tive orgasmo, meu corpo correspondeu totalmente ao ato, tive prazer, não sei porque eu não reaistir, não gritei, simplismente deixei acontecer.

    ResponderExcluir
  54. Devolva-me o sorriso da pequena flor. seus olhos cheios de ternura e doçura hoje se encontram apagados e sem vida. Devolva-me suas palavrinhas de mel.
    A tranquei dentro de mim, só estou tentando protege-la, a dor trasborda em meu peito e não consigo mais respirar...

    ResponderExcluir
  55. Meninas também fui estuprada, a diferença é que não houve junção carnal. O estupro é humilhante, sim, mas temos que escolher ser feliz. Hoje não lembro do ocorrido com tanta frequência e remorso. Mas peço para vocês que entreguem essa tristeza, angustia e culpa nas mãos de Deus. Por que a bíblia diz que devemos lançar toda ansiedade á Ele. A bíblia diz também que o julgo dele é suave e o fardo é leve e que no mundo teríamos aflições ma era para termos bom ânimo. Então meninas foi esse o caminho que eu segui, hoje posso dizer que eu sou feliz. Sou casada tenho 02 filhos, meu marido sabe do que aconteceu... Boa sorte a todas e lembrem-se que o melhor caminho é pelo Senhor.

    ResponderExcluir
  56. Oi. Eu fui agredida após sair de um aniversário um amigo meu pediu que o amigo dele fosse me levar em casa no começo eu não queria mas ele me convenceu e acabei indo. Ela ele resolveu passar por uma isto onde passa poucos carros. E parou lá ele me violentou. E foi 3 vezes em uma só noite. Ele me deixou toda machucada pois ele me queimou com cigarro me cortou me bateu.teve uma hora que ele não aguentei mais né debater eu só aceitei deixei, eu só chorava em meio aos xingamentos da parte dele. E no final ele me empurrou com o pé pra fora do carro. Me chamando de prostituta. E nesse dia ele tirou tudo de mim. Minha virgindade, minha dignidade, minha auto estima, meus sonhos de casar virgem.e pra acabar eu fiquei grávida quando descobri mim bateu um pânico terrível. E tomei a pior decisão da minha vida eu abortei. Hoje eu me culpo por isso. Eu escrevo cartas pra essa criança todos os dias. É aninha única forma de me culpar menos. Em fim meus pais não sabem. Hoje eu namoro mas tenho medo do meu namorado mesmo sabendo que ele nunca faria isso comigo. Eu sinto falta de ar quando ele me abraça forte. Ou vem de vez na minha direção. Hoje tem dois anos do ocorrido. Mas eu nunca esqueci e sinto que nunca vou ser capaz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu sei bem o que é isso ( lagrimas aqui nos olhos)
      eu sei
      dói muito!

      Excluir
  57. É preciso não nos deixarmos sufocar por nossas angústias e medos. Devemos entender: NÃO SOMOS CULPADAS!
    A violência sexual, para muito além de lesões físicas, deixa marcas profundas na mente e alma.
    Muitas são as formas de abordagem para que a situação ocorra. Nem sempre o violentador se utiliza de violência propriamente dita. É comum que se apresente como uma pessoa "descolada", experiente e que te incite a prática de atos que você não havia considerado ou desejado.
    A manipulação psíquica é muito comum. A influência que uma pessoa pode exercer sobre outra é o que, no geral, possibilita o cenário de abuso por longo período de tempo. O QUE nos resta, tempos depois, quando percebemos o grande mal que nos foi feito é insegurança, ansiedade, tristeza, culpa e vergonha.
    Esse é um espaço para gritarmos: VÃO PARA O INFERNO, MALDITOS IMUNDOS!

    ResponderExcluir
  58. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  59. Eu amarei compartilhar de meu testimony a todas as pessoas no forum porque eu nunca pensei que eu terá meu marido para trás e significa-me tanto a mim. Meu marido à esquerda me para outra mulher 4 semanas para nossos 4º casamento aniversário, I foi tão coração broken e decepcionado. Quando eu liguei pra ele, ele nunca escolheu minhas ligações, ele me tirou no facebook, quando eu fui para o seu lugar de trabalho ele disse ao seu chefe que ele nunca mais queria me ver, perdi meu emprego como resultado disso porque eu poderia Não me peguei mais, minha vida estava de cabeça para baixo e tudo não deu certo com a minha vida, eu tentei tudo que eu poderia fazer para tê-lo de volta, todo meu esforço se transformou em vão, não até eu encontrei um amigo que me apresentou a um Um médico chamado Dr Uzoya. Eu disse-lhe o meu problema e tudo o que eu passei através de tentar obter o meu marido de volta e como eu perdi meu emprego, ele me disse que ele vai me ajudar, eu não acredito que, em primeiro lugar. Mas ele jurou que ele vai me ajudar e ele me disse a razão pela qual meu marido me deixou e também me disse alguns segredos ocultos. Fiquei espantado quando ouvi isso dele, ele disse que vai lançar um feitiço para mim e vou ver os resultados nos próximos dias. Ele me pede para acreditar e que o feitiço que nós conjuramos certamente trará meu marido de volta. Eu liguei para ele no dia seguinte e ele disse que está ocupado jogando esses feitiços e ele comprou todos os materiais necessários para os feitiços, ele disse que eu vou ver resultados positivos nos próximos 2 dias que foi quinta-feira, no sábado, Meu marido Me chamou exatamente às 12:35 e desculpas por tudo o que ele tinha feito, ele disse, ele nunca soube o que ele estava fazendo e seu comportamento súbito não foi intencional e ele
    Prometeu não fazer isso novamente. Foi como se eu estivesse sonhando quando eu ouvi isso dele e quando terminamos a chamada, liguei para o Dr. Uzoya e disse a ele que meu marido me ligou e Dr UZOYA disse que eu não vi nada ainda,
    Segunda-feira, eles me chamam em meu escritório para vir e retomar o trabalho. Agora estou tão feliz com minha família novamente. A senhora que queria tomar o meu marido de mim tem de ser envergonhado. Por favor, eu quero que cada um me ajude a dar graças a este grande homem. Você também pode alcançá-lo através deste e-mail para solução para o seu relacionamento ou problemas conjugais. Seu email é; druzoyaspiritualtemple@gmail.com

    ResponderExcluir
  60. todo estuprador merece a morte.
    www.assassinodealuguel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  61. Quase 35 anos. Sofri abuso com toques de garotas adolescentes quando eu tinha 4/5 anos. Não sei o que houve até os 8 anos.É como se minha vida fosse recortada em traillers. Cresci sem amor materno.Minha mãe simplesmente não reagia às coisas que lhe contava ou tentava contar. Não sofreu abuso pois, como ela afirma, cresceu amada e com pais muito amigos, especialmente o pai, policial civil. Às vezes penso que ela me deu uma criação doentia pq alguns homens a desiludiram ao ponto de ela decidir dedicar-se só à carreira e jamais quisesse filhos. Quando nasci (foi impedida de me abortar pela vó), ela já havia perdido outros filhos. Praticamente me entregou para minha avó, me levando para sua casa aos fins de semana, mesmo concursada pública, e junto com meu pai, dono, na época, de uma panificadora de médio porte. Minha avó faleceu quando eu tinha 06 meses e, passei a viver entre minhas tias, até que, aos 8/9 meses de idade, ela me assumiu e levou para morar com ela e meu pai. Atribuo a negligência e o descaso ao seu desgosto em ser mãe. Cresci então, sendo tocada por um aqui e outro ali. Triste, mesmo. Só queria ter pais normais.Aos 12 anos, fui levada por um conhecido da família, à sua casa, onde dizia estarem sua mãe e irmã, chegadas de viagem. Até hoje olho para trás e não consigo entender de modo algum como minha mãe me permitiu ir domingo, quase 22h, com aquele homem, e com desculpa esfarrapada. Quando entrei na kitnet, perguntei logo pela mãe e irmã e o vi trancando a porta, dizendo que não tinha ninguém ali, só nós. Vi que estava presa. Lembro de olhar para baixo, pela janela, a uns 10 ou 12 m de altura da rua, e pensar em pular. Ele me forçou a tirar a roupa e deitar no chão. Lembro que tentei argumentar uma coisa que ouvi de alguma garota grande na escola, disse que estava menstruada - e estava, mesmo - e pedi para ir embora (na tentativa de ele realmente me deixar ir. Burra. Como fui imbecil) mas, ele pulou em cima de mim e me violentou. Aos 13, sem ter como ir para casa após a escola, num dia de greve de ônibus, aceitei a carona de um professor com quem tinha aula há quase dois anos,que para mim, era de confiança. Ele parou num lanche e ofereceu refri. Tomei, fui ao banheiro, voltei, continuei tomando. Acordei, quase duas horas depois, e ele violentando o ânus. Ele já tinha violentado a frente, acordei com sangue. Num motel fuleiro que hoje nem é mais motel. Passei quase 1 mês sem andar direito e toda lesionada, ferida, com medo até de urinar e defecar pois tudo doía muito. Pensei e arquitetei várias formas de suicídio mas, sempre havia algo que me interrompia e então, desisti. Virei ateia, acreditando que Deus não podia ser tão mau e por isso, então, era melhor achar que ele nem existia.

    ResponderExcluir
  62. Esse maldito me violentou outras vezes por mais de um ano, e eu me odeio quando lembro que acreditava nas ameaças dele de que me desmentiria, que minha mãe me expulsaria e etc. E de fato, todas as inúmeras vezes em que tentei entrar no assunto com minha mãe, ela se esquivava, fugindo de forma grosseira e brusca. Eu tive e tenho, apesar do bom humor, tendência a quadro depressivo e melancólico. Casei, tenho desejo sexual por homens normalmente. Hoje sou bem menos travada no relacionamento (seja de amizade, sexo, trabalho) com o sexo oposto. Divorciei.Já namorei depois. Mas, sofro muito, ainda. Tenho pesadelos e ainda choro muito por isso mas, hj consigo falar a respeito (muitas vezes, sem chorar,como era quando via em jornal ou tv). Tenho amigos maravilhosos que me amam e protegem até, mas, não consigo me relacionar bem com meus pais, apenas os respeito e considero. Meus pais sabem q sofri estupro mas, sem detalhes. E minha mãe, pelo silêncio e remorso, já demonstrou que sempre soube. Minha fuga foram os estudos e o amor aos amigos e à carreira. Sou bióloga, professora e pesquisadora, e até voltei a crer em Deus porém, nossa relação também é difícil. Hoje curso mestrado, sou concursada pública e moro sozinha, me sustento. Mas, sinto que o fracasso afetivo com os homens possa ter relação com isso. Por mais que eu seja uma mulher digna e tenha qualidades, os poucos homens q tive sempre me viram como uma carne para sexo e uma oportunidade de um papo inteligente e agradável. Só. Isso me machuca pois, gostaria imensamente de ter uma família e filhos mas, meu tempo biológico já está se encerrando. Enfim, é isso. Perdoem o desabafo enorme em dois textos mas, por favor, conversem comigo. Não sei como lidar com essas dores.

    ResponderExcluir
  63. Esse maldito me violentou outras vezes por mais de um ano, e eu me odeio quando lembro que acreditava nas ameaças dele de que me desmentiria, que minha mãe me expulsaria e etc. E de fato, todas as inúmeras vezes em que tentei entrar no assunto com minha mãe, ela se esquivava, fugindo de forma grosseira e brusca. Eu tive e tenho, apesar do bom humor, tendência a quadro depressivo e melancólico. Casei, tenho desejo sexual por homens normalmente. Hoje sou bem menos travada no relacionamento (seja de amizade, sexo, trabalho) com o sexo oposto. Divorciei.Já namorei depois. Mas, sofro muito, ainda. Tenho pesadelos e ainda choro muito por isso mas, hj consigo falar a respeito (muitas vezes, sem chorar,como era quando via em jornal ou tv). Tenho amigos maravilhosos que me amam e protegem até, mas, não consigo me relacionar bem com meus pais, apenas os respeito e considero. Meus pais sabem q sofri estupro mas, sem detalhes. E minha mãe, pelo silêncio e remorso, já demonstrou que sempre soube. Minha fuga foram os estudos e o amor aos amigos e à carreira. Sou bióloga, professora e pesquisadora, e até voltei a crer em Deus porém, nossa relação também é difícil. Hoje curso mestrado, sou concursada pública e moro sozinha, me sustento. Mas, sinto que o fracasso afetivo com os homens possa ter relação com isso. Por mais que eu seja uma mulher digna e tenha qualidades, os poucos homens q tive sempre me viram como uma carne para sexo e uma oportunidade de um papo inteligente e agradável. Só. Isso me machuca pois, gostaria imensamente de ter uma família e filhos mas, meu tempo biológico já está se encerrando. Enfim, é isso. Perdoem o desabafo enorme em dois textos mas, por favor, conversem comigo. Não sei como lidar com essas dores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Busque fazer e continuar fazendo coisas q lhe façam bem. Mas busque tbm fazer uma terapia com psicólogos. Por mais q seja difícil contar td o q aconteceu pra uma pessoa,e vc sabe q é difícil, é preciso fazer isso. Muitas pessoas passaram por situações semelhantes e melhoraram a vida após fazerem terapia. É bom ter amigos q te ouçam, mas talvez o desabafo com uma pessoa querida não adiante, dê apenas um alívio momentâneo, e ent muitas vezes é preciso conversar com um profissional q entenda das coisas q se passam na psiquê, de como funciona e como alterar os traumas. Não adie uma consulta com uma especialista. Consultar com uma mulher pode deixa-la mais a vontade. Mas enfim, pelo visto vc já conquistou muito coisa na vida profissional e social,msm vivendo essas dores, com ajuda vc irá conquistar uma qualidade de vida muito melhor e poderá finalmente se sentir liberta das dores.

      Excluir
  64. O que fazer nos casos de imputação de falsas memórias nas crianças por falsa acusação de abuso sexual...

    Um Pai não gera um filho(a) dentro de si. Mas o amor que ele sente pelo filho(a), é tão forte e intenso quanto a amor que a mãe sente. Amor de Pai é incondicional. Amor de Pai é eterno. Amor de Pai é pra toda a vida.
    Trate os seus filhos com cuidado porque são feitos de sonhos. Nosso dever é amá-los, orientá-los, ser seu exemplo e facilitar a maturidade sem pressão...

    Meu crime ser um PAI presente... Seu crime ser minha FILHA... Pena, ficarmos afastados devido o despreparo, descaso e impunidade...
    Amor de um pai muda o mundo "Curta, compartilhe, divulgue, participe, pesquise."
    https://www.facebook.com/Amor-de-um-Pai-muda-o-mundo-unidos-contra-a-falsa-acusa%C3%A7%C3%A3o-de-abuso-sexual-906554906047770/?fref=nf
    678 DIAS COMPLETAM HOJE 10/01/2017 QUE MINHA FILHA ESTÁ ÓRFÃ, DE PAI, AVÓS, IRMÃ, TIA E DA FAMÍLIA PATERNA, VIVOS GRAÇAS A DEUS, MAS SEM NENHUM CONTATO, DEVIDO UMA MEDIDA PROTETIVA PELO USO INDEVIDO DA LEI MARIA DA PENHA, POR UMA FALSA ACUSAÇÃO DE ABUSO SEXUAL E IMPUTAÇÃO DE FALSAS MEMÓRIAS, PELA MÃE NA CRIANÇA. DOCUMENTOS ANEXOS AO PROCESSO.

    RECONSTRUIR UMA HISTÓRIA SIM, RECUPERAR O TEMPO PERDIDO JAMAIS...

    Nosso último momento juntos foi em 04/03/2015 então com 6 anos e 7 meses de idade, quando a peguei na saída da escola conforme autorizado em audiência por uma juíza, após sua aula de ginástica artística e jantamos na casa dos avós paternos depois a devolvi para sua mãe.

    A imputação de falsas memórias nas crianças com a falsa acusação de abuso sexual "Lei Maria da Penha", é tão devastadora quanto o ato em si.

    Filha seu pai não gosta de você, no natal não te ligou e nem deu presente, na páscoa a mesma coisa, não foi na escola ver sua apresentação, no dia do seu aniversário a mesma coisa, sempre ele faz isso, não te dá a mínima, dia das crianças nem se fala, nos dias que ele tem que vir te pegar a mesma coisa.....

    Será que o seu Pai não te ama....
    Será que eu não amo minha filha....
    Será que ela sabe o que é medida protetiva...

    "A mente infantil dar-nos-á de volta, no futuro, tudo aquilo que lhe dermos agora."

    Você tem filhos, netos ou sobrinhos, pode acontecer com qualquer um.
    Quer saber o que é Alienação Parental, as sequelas deixadas nas crianças por falsa acusação de abuso, por imputação de falsas memórias. Assista ao documentário "A morte inventada" https://www.youtube.com/watch?v=HctTgwNNpSY Curta, compartilhe e divulgue. As estratégias do pai ou da mãe que desejam afastar os filhos dos avós, dos tios, da família alienada, do ex-companheiro, têm em comum desacreditar e desgastar a imagem do genitor alienado, promovendo seu "falecimento".
    É longo mas será um aprendizado para toda a vida, ainda da tempo, fará toda a diferença na vida das crianças. Com certeza você irá reconstruir sua história com eles, mas resgatar não será mais possível.

    A nossa única arma será o amor pelos nossos filhos, netos e sobrinhos.
    Não estamos sozinhos. Há pessoas que se importam e também estão passando pelo mesmo ou até pior. Vamos lutar, tenhamos esperança.

    #Unidoscontraafalsaacusaçãodeabusosexual
    #Unidoscontraaimputaçãodefalsasmemóriasnascrianças
    #UnidoscontraaAlienaçãoParental
    #PaisQueNãoSeCalam
    #PaisQueAmam
    #NãoAlienaçãoParental
    #AlienaçãoParentalMata
    #Falsadenunciaécrime

    O Grande Arquiteto do Universo nos capacita, somos milhões de famílias alienadas, vamos sair da zona de conforto e arregacemos as mangas para que hajam mudanças.

    "Se você é neutro em situações de injustiça, você escolhe o lado do opressor." Desmond Tutu

    Desistir jamais. Fique com Deus.
    Ronaldo Gomes Manzaro.'.

    ResponderExcluir
  65. Guten Tag, jeder Ich bin Vieira Tracy, ich möchte nur sagen, ein großes Dankeschön an
    Dr. Ajobi, der seine magischen Kräfte benutzen mein Mann aus den Händen eines anderen Dame zurück zu bringen, nach drei Jahren Ehe mit meinem Mann Mr.
    Nelson.He entschied mich und meine Kinder für eine andere Frau zu verlassen. Wann
    Ich war gerade an einem Dienstagnachmittag sah ich einen Beitrag über diese
    Dr. Ajobi, entschied ich mich, ihn zu kontaktieren, war ich so glücklich, mir zu antworten
    zur gleichen Zeit und meine Problem zu lösen, Worte sind nicht genug für mich, meine auszudrücken
    Dank, sage ich, Gott segne Sie und Ihre Familie .. Dr. Ajobi Hilfe
    mich ohne Gebühr. Mein Freund, wenn Sie meinen Artikel lesen und Sie
    haben dieses Problem wenden Sie sich bitte DR Ajobi um Hilfe ...............
    Wenn Sie eine Lösung für folgendes Problem wollen, kontaktieren Sie ihn auch
    1) Wenn Sie möchten, dass Ihre freigeboren Frau ohne CS
    2) Sie benötigen einen guten Job oder eine Beförderung am Arbeitsplatz
    3) Wenn Sie ur Ex zurück
    4) Wenn Sie wollen, schwanger zu werden
    5) Wenn Sie nicht möchten, dass Ihr Mann zu betrachten
    6) Möchten Sie Frauen / Männer, nachdem Sie laufen.
    7) Wenn Sie möchten, dass Ihre Scheidung zu stoppen.
    9) Sie haben auch die Heilung goloria
    10) Wenn Sie möchten, dass Ihre Firma Boming
    11) Wenn Sie auf der Suche nach einem guten Job
    Auch an Dr. Ajobi
    Die gesunde HIV und AIDS
    KONTAKTINFORMATIONEN DR Ajobi
    Telefon: +2347036354940
    WHATSAPP NUMMER: +2349064706881
    E-mail: Drajobispell@outlook.com

    ResponderExcluir
  66. Bom dia a todos. Eu sou Kate Helen, eu só quero dizer um grande obrigado ao Dr. Akhilolo que usou seus poderes mágicos para obter o meu marido de volta das mãos de outra senhora. Depois de cinco anos de casamento com meu marido, o Sr. Raymond, ele decidiu deixar-me e meus filhos para outra mulher. Quando eu naveguei na Internet uma tarde de terça-feira, eu vi um post sobre esse Dr. Akhilolo, eu decidi contactá-lo, eu estava tão feliz que ele poderia me responder ao mesmo tempo e resolver o meu problema, as palavras não serão suficientes para mim Para agradecê-lo. Muito obrigado ao Dr. Akhilolo. Eu digo que Deus abençoe você e sua família .. Dr. Akhilolo me ajudar sem carga. Meu amigo, se você ler o meu artigo e você tiver esse problema entre em contato DR Akhilolo para ajudar ............... Se você quiser uma solução nos seguintes problemas, entre em contato com ele também

    1) Se você quiser que sua esposa dê à luz filhos sem CS
    2) Precisa de um bom emprego ou uma promoção no seu local de trabalho
    3) você quer que seu ex voltar para yo?
    4) Se você quer engravidar
    5) Se você não quer que seu marido considere outra mulher
    6) Você quer que as mulheres / homens corram atrás de você.
    7) Se você quiser parar o seu divórcio.
    9) Ele tem a cura para Gonorhea e outras infecções.
    10) Se você quer o seu negócio a boom
    11) Se você está procurando um bom trabalho
    12) Se você quer engravidar


    Entre em contato com o Dr. Akhilolo
    Cura as Aids do HIV
    Dr. AKHILOLO INFORMAÇÕES DE CONTATO
    Telefone: +2349051682332
    NÚMERO DO WHATAPP: +2349051682332
    E-mail: Drakhilolospell@outlook.com

    ResponderExcluir
  67. Bom dia a todos, eu sou Vieira Tracy, eu só quero dizer um grande obrigado a
    Dr. Ajobi que usam seus poderes mágicos para trazer o meu marido de volta das mãos de uma outra senhora, após três anos de casamento com meu marido Mr.
    Nelson.He decidiu me e os meus filhos sair para outra mulher. quando
    i foi softing a rede uma tarde terça-feira eu vi um post sobre
    Dr. Ajobi, decidi entrar em contato com ele, eu estava tão feliz que ele me responder
    ao mesmo tempo, e meu problema foi resolvido, as palavras não são suficientes para expressar meus agradecimentos você, eu digo: Deus abençoe você e sua família .. Dr. Ajobi me ajudar, sem nenhum custo. Meu amigo, se você ler o meu artigo e você
    tem esse problema por favor contacte DR Ajobi para ajudar ......
    Se você quer uma solução no seguinte problema, entre em contato com ele também


    1) Se você quer que sua mulher para nascer sem CS
    2) Precisa de um bom emprego ou uma promoção no seu local de trabalho
    3) Se você quiser que o seu ex-costas
    4) Se você quer engravidar
    5) Se você não quer que seu marido a considerar uma outra mulher
    6) Você quer as mulheres / homens correm atrás de você.
    7) Se você quiser parar o seu divórcio.
    9) Ele também curar goloria
    10) Se você quiser que sua empresa Boming
    11) Se você estiver procurando por um bom trabalho


    Além disso, entre em contato com o Dr. Ajobi
    saudável HIV e SIDA
    INFORMAÇÕES DE CONTATO DR Ajobi
    Telefone: +2347036354940
    WHATAPP NÚMERO: +2349064706881
    E-mail: Drajobispell@outlook.com

    ResponderExcluir
  68. Passei por várias tentativas de estupro dentro de casa, tudo começou quando eu tinha 8 anos e havia quebrado a clavícula,isso continuou até meus 16 anos quando fugi de casa, todos sabiam, mas não fui protegida e acolhida, na época me senti culpada, jogavam e jogam isso na minha cara, o que mais me dói é que meu algoz era meu pai biológico e minha carcereira era minha mãe, as consequências no meu caso são: tenho imensa dificuldade de confiar nas pessoas, homens e mulheres, as relações sexuais são vazias para mim, nunca estou satisfeita depois do sexo, persigo meus filhos com medo de que aconteça o mesmo com eles e meu marido é meu principal suspeito, odeio que ele fique muito perto da nossa filha de 12 anos e do menino de 6, embora eu saiba que ele seja um bom pai e não é um tarado desgraçado, eu não consigo me controlar, durante o sono se me tocarem grito e bato por reflexo, pois muitas das tentativas eram nesse período, hoje sei que a culpa não foi minha e que apenas tive o azar de nascer na família errada, se é que se pode chamar isso de família, procuro não me prender aos sentimentos que me deixou, as vezes é difícil não sentir tristeza e ódio, a verdade é que nunca estamos protegidas e a nossa única maneira de defesa é tonar pública toda e qualquer violência sexual, esses idiotas se aproveitam do medo que nos causam para continuar agindo.

    ResponderExcluir
  69. Fui molestada dos 3 anos até os 10,por várias pessoas,alguns,inclusive,da familia.Nos primeiros anos foram por garotos mais velhos que eu,um chegou a me penetrar.Depois foram por homens adultos.Por causa disso me masturbo desde os 5 anos,tenho fantasias com incesto,estupro,mas ao meu tempo que me exita,me abomina.Tenho nojo de mim e vergonha de tudo isso.Me casei,desejo muito o meu marido,mas nunca cheguei ao orgasmo com ele,so gozo me masturbando com as lembranças dos abusos.Tenho uma filha e nao confio em ninguem em relacao a ela,pois temo que abusem dela tambem.Nao confio nem no meu marido,pai dela.Sofro muito por ter tido a minha infancia roubada tao cedo.Hoje tenho quase 27 anos e a primeira vez que falo sobre isso.

    ResponderExcluir
  70. Fui estrupada pelo meu ex namorado ha 20 dias mas nao tive coragem de denucia e nem fala pra nguem e estou com depressão choro atoa lembro das cenas como se fosse hj tenho medo até a sair na rua , não consigo dormir direito , não como e perdi peso , fora que sinto dor até hj . Não tive coragem de procurar médico .o desespero tomou conta de mim já pensei até em me mata .Não sei oqie fazee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O médico é preparado para vários tipos de situações. Procure um o quanto antes, para fazer exames. E por favor, para com esse pensamento de se matar. Não te conheço, mas de qualquer forma eu te digo, nao se mate e não pense nisso. Vc precisa ser forte, se apegue a quem te ama, se abra, desabafe ou se não conseguir isso ainda, seja pelo menos otimista com a vida e o seu futuro. Aprenda a se defender(sei q o ideal era q cada agressor fosse preso, mas sabemos q isso não acontece e quando acontece não basta). Vc precisa de alguém q seja próximo de ti para te dar forças. Eu e outras pessoas do site somos limitados, não podemos fazer muito, infelizmente. Mas te digo, muitas pessoas superam traumas, passam a ter vidas melhores, vc tbm pode ser capaz disso.

      Excluir
  71. Eu sofri abuso sexual, tenho vergonha de contar, pq meus pais são muito ausentes, eles nem mesmo conhecem as pessoas e se eu contar iria ter que contar que tô namorando escondido, eles n deixariam. Eles n fazem idéia da minha vida como ela é. Eu só tô tão cansada... é escola, é as provas e todo um peso que eu tô cansada de carregar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ideal é q vc se abra com quem vc confia, ama e se sente muito bem. Isso tira um peso da pessoa. Uma amiga me contou q sofreu abuso sexual e disse q só eu sabia, nem a mãe dela sabia. Ela me disse tbm q o fato dela se abrir cmg, contando isso, desabafando, foi bom pra ela. As pessoas precisam de outras pessoas para desabafarem, para viverem bem enfim.

      Excluir
  72. Meu nome é maxwell e estou aqui para testemunhar sobre cartões de ATM em branco, eu estava procurando através da internet em outros para encontrar um credor de empréstimo, e eu me deparei com um acticle em um blog falando sobre cartões de ATM em branco, nunca acreditei em tais coisas todos Minha vida, mas devido à minha situação atual de ter que encontrar um meio de pagar todas as minhas contas naquele momento, eu decidi dar-lhe uma tentativa. Mas você não vai acreditar no que aconteceu depois, eu entrei em contato com os hackers através do endereço de e-mail que eles forneceram no blog e eu tenho uma resposta imediatamente, foi-me dito que o cartão pode retirar quase US $ 3000 por retirada, fiquei tão feliz de ouvir Que e eu pergunto qual foi o proceder para obter o cartão, e eles me deram todas as informações que eu preciso. Eu fiz exame de um risco muito grande apenas para ver como terminará, eu paguei para o custo da ativação que eu pedi para pagar e depois que eu recivced um correio de uma companhia distribuindo para emitir abaixo meu endereço do contato onde eu quis meu cartão ser Delievered para, eu fiz isso e eu estava confiando em Deus que deveria ser real, depois de 48 horas eu recebi um pacote e vê-lo era um cartão e folheto de instruções. I rapidamente conectado à internet e eu fiz compra on-line com o cartão e ele funciona e também foi para a máquina mais próxima ATM para testar e também funcionou. Estou tão feliz e livre de todos os meus débitos. Obrigado por cardscodehackers@gmail.com você pode contatá-los se você precisar de ajuda.

    ResponderExcluir
  73. Fui estuprada aos 14/15 anos, em 2012.
    Hoje tenho 19 e nunca consegui superar.
    O filho da puta que fez isso, na época, devia ter uns 19/20 anos, era rico e não foi preso. Nunca o denunciei porque sabia que a família dele era influente e ele não seria punido.
    Nunca contei aos meus pais, nunca falei sobre como me senti e o motivo de ter tomado as atitudes que tomei.
    Minha vida acabou depois daquilo. Sempre tive notas boas porque a única forma de uma pessoa pobre ser alguém na vida é estudando, meu pai me ensinou isso, mas minhas notas começaram a despencar, comecei a me afastar da escola, entrei em depressão e me tornei outra pessoa.
    Nunca pude fazer o ensino médio da forma que todo mundo faz, tive que fazer um supletivo, isso me prejudicou muito, pois tudo o que eu deveria ter aprendido no ensino médio nunca pude aprender.
    Fui muito mal no Enem do ano passado por causa disso, o Sisu, então...
    Ele destruiu a minha vida e nunca se responsabilizou por seus atos, nunca foi preso.
    Isso me assombra o tempo inteiro.
    Não consigo ter relações sexuais com meu namorado por causa do trauma, não consigo encarar o sexo de uma forma saudável porque a única coisa que me vem a mente é aquele dia.
    Ele destruiu a minha vida, eu tento todos os dias recolher os cacos e montar de novo, mas é tão dificil... Minha vida inteira foi jogada fora em troca de alguns minutos de sexo forçado.
    A pior parte é saber que ele está por aí, provavelmente fazendo isto com outras meninas (já ouvi falarem disso), sei quem ele é, sei seu endereço, conheço seus amigos e não posso fazer nada... O trauma de uma mulher parece não ser importante aos olhos da lei quando o réu tem poder.
    Então, por favor, se você é uma mulher e foi estuprada, não importa se foi há dois dias ou há dois anos, denuncie! Vá à uma delegacia, recolha provas, contrate um advogado e faça o que tem que ser feito. Existem muitos movimentos feministas dispostos a ajudar vítimas de violência sexual ou doméstica.
    Não deixe que ele destrua a vida de outras mulheres.

    ResponderExcluir
  74. Bom dia a todos, eu sou Vieira Tracy, eu só quero dizer um grande obrigado a
    Dr. Ajobi que usam seus poderes mágicos para trazer o meu marido de volta das mãos de uma outra senhora, após três anos de casamento com meu marido Mr.
    Nelson.He decidiu me e os meus filhos sair para outra mulher. quando
    i foi softing a rede uma tarde terça-feira eu vi um post sobre
    Dr. Ajobi, decidi entrar em contato com ele, eu estava tão feliz que ele me responder
    ao mesmo tempo, e meu problema foi resolvido, as palavras não são suficientes para expressar meus agradecimentos você, eu digo: Deus abençoe você e sua família .. Dr. Ajobi me ajudar, sem nenhum custo. Meu amigo, se você ler o meu artigo e você
    tem esse problema por favor contacte DR Ajobi para ajudar ......
    Se você quer uma solução no seguinte problema, entre em contato com ele também


    1) Se você quer que sua mulher para nascer sem CS
    2) Precisa de um bom emprego ou uma promoção no seu local de trabalho
    3) Se você quiser que o seu ex-costas
    4) Se você quer engravidar
    5) Se você não quer que seu marido a considerar uma outra mulher
    6) Você quer as mulheres / homens correm atrás de você.
    7) Se você quiser parar o seu divórcio.
    9) Ele também curar goloria
    10) Se você quiser que sua empresa Boming
    11) Se você estiver procurando por um bom trabalho


    Além disso, entre em contato com o Dr. Ajobi
    saudável HIV e SIDA
    INFORMAÇÕES DE CONTATO DR Ajobi
    Telefone: +2347036354940
    WHATAPP NÚMERO: +2349064706881
    E-mail: Drajobispell@outlook.com

    ResponderExcluir
  75. Tenho 18 anos... pfv alguem fala comigo... sofri estupro e n sei como lidar com isso quarenta e um
    Nove nove meia sete tres zero dois sete nove

    ResponderExcluir
  76. Oi, eu tenho 15 anos faço 16 esse ano(2017)....
    Sofri abuso sexual, (ele me tocava por cima da roupa, e fazia eu mexer em seu membro) aos meus 5 anos por um vizinho.... Sofri por ele até meus 6 anos, minha mãe descobriu.... E então ele foi preso, nunca mais falamos sobre isso, ela acha que superei...
    Mas minha mãe Não sabê.. Mas aos meus 8 anos fui sexualmente abusada pelo meu tio,foi apenas duas vezes, ele esfregou seu membro em mim por cima da calcinha. também sofri abuso pelo meu "vô" (padrasto do meu padrasto) ano retrassado(2015).... Ele me agarrou e me despiu, disse q se eu gritasse me mataria, ele esfregou seu membro em mim nua, quando iria penetrar meu pai chegou, mas nn entrou para dentro d casa, ambos nós vestimos,não tive coragem de contar ao meu pai...
    Hoje tenho meu primeiro namorado, e sinceramente devo confessar que sou parcialmente viciada em sexo, toda hora se eu puder eu faria sexo com ele; além disso, eu tenho NOJO, um tremendo NOJO de velho...
    Meu namorado sabê tudo isso, ele insiste em me fazer contar para a minha mãe, mas eu nn consigo, já tentei várias vezes, mas simplesmente não vai.
    Eu vou a igreja, posso dar certeza que não bebo, fumo, ou me drogo, não tenho nenhum deses vícios, eu procuro honrar meus pais, sigo a palavra de Deus.
    E sou estudiosa...
    Mas sinceramente? Eu não consigo me controlar, eu já fiz boquete no meu namorado até no meio da rua!!! Eu tenho muita vergonha disso.... É horrível... Eu amo meu namorado, amo mesmo! Mas eu nn consigo evitar de toda vez que olhar ele pensar em sexo....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei muito bem como vc se sente... se quiser conversar comigo sobre pode me responder que eu respondo de volta

      Excluir
  77. ola meninas,
    tenho 23 anos, e sofre estupro aos 13.
    nunca contei pra ninguém sobre isso, medo talvez do que os outro vão pensar.
    vergonha de mim mesma.
    As consequencias desse abuso, vem ate hoje na minha vida.
    Sou muito calada,sexo é um monstro pra mim. Me relacionar entao, nem se fala.
    Esse tormento influenciou e fez o que eu sou hoje, seja pelas atitudes, receios, psicologico.
    Nao sinto raiva pelo agressor, sinto apenas magoa de MIM, pelo que ele me fez se tornar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estava em busca de algumas referências bibliográficas para os meus atendimentos quando me deparei com esses relatos aqui. Quero agradecer a todas que compartilharam histórias, tenham a certeza que vocês estão sendo ouvidas. Falar é um passo muito importante, então parabéns pelo primeiro passo. Eu recebo cada palavra de vocês, reconheço o sofrimento e retribuo com acolhimento e amor. Sim, vocês não estão só. Uma criança tem direito de amor e segurança, jamais se sintam culpadas. Vitimas de abusos desenvolvem comportamentos a curto, medio e longo prazo. É muito importante buscar tratamento, a vida pode e deve ser mais leve. Nada precisa ser como antes ok? Quando criança vocês não tinham como buscar apoio, mas hoje esse caminho só depende de vocês. Há muitos profissionais e pessoas que podem ajudá-las a superar essa fase. É um processo muito doloroso, mas não impossível. Acreditem!!!

      Já fui vítima e hoje trabalho ajudando as pessoas. Essa dor tem cura, sempre é tempo de conversar... Podem me procurar por e-mail se precisarem...ayumi@youcoach.com.br

      Excluir
  78. Eu flagrei minha mãe traindo meu pai com varios negros

    ResponderExcluir
  79. Eu tenho 35 anos e a quase um ano atras fui estuprada por dois indivíduos na volta do trabalho.Fui usada da forma mais humilhante e desumana que um ser humano possa imaginar.
    Tive minha genital rasgada, o bico dos meus seios arrancados com os dentes. Me deixaram pra morte naquele matagal nua, sem documetos, toda desfigurada e inconsistência. Acordei de um coma quase 3 meses depois do ocorrido na cama de um hospital e infelizmente não estava sem memória. Digo infelizmente, porque queria não lembrar daquele dia, daqueles momentos aterrorizantes nas mãos daqueles "homens". Ja fiz 5 cirurgias de reparação e tenho mais 3 marcadas para esse ano. A pergunta hoje é: Um dia, talvez, meu rosto vai voltar ao normal, meus seios, vagina e anus, vão serem reconstituídos, mas e a minha alma, será que um dia vai ser cicatrizada? Hoje, tudo que penso é na morte. Preciso muito de ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai sim amiga... Eu sei que dó, mas tenha força!!!
      sua alma vai ser curada, igual eu tb vou esquecer aquele mostro!

      Excluir
  80. Estava em busca de algumas referências bibliográficas para os meus atendimentos quando me deparei com esses relatos aqui. Quero agradecer a todas que compartilharam histórias, tenham a certeza que vocês estão sendo ouvidas. Falar é um passo muito importante, então parabéns pelo primeiro passo. Eu recebo cada palavra de vocês, reconheço o sofrimento e retribuo com acolhimento e amor. Sim, vocês não estão só. Uma criança tem direito de amor e segurança, jamais se sintam culpadas. Vitimas de abusos desenvolvem comportamentos a curto, medio e longo prazo. É muito importante buscar tratamento, a vida pode e deve ser mais leve. Nada precisa ser como antes ok? Quando criança vocês não tinham como buscar apoio, mas hoje esse caminho só depende de vocês. Há muitos profissionais e pessoas que podem ajudá-las a superar essa fase. É um processo muito doloroso, mas não impossível. Acreditem!!!

    Já fui vítima e hoje trabalho ajudando as pessoas. Essa dor tem cura, sempre é tempo de conversar... Podem me procurar por e-mail se precisarem...ayumi@youcoach.com.br

    ResponderExcluir
  81. Meu marido e eu acabamos de voltar do consultório do nosso médico com ótimas notícias, nós
    Agora estão grávidas. Depois de tentar engravidar por mais de 3 anos,
    Finalmente aconteceu. Nós devemos tudo ao seu produto fantástico, Obrigado! "
    Entre em contato com DR KAKUTA por e-mail kakutaspellz@gmail.com ou ligue ou grave-o no + 2349054872932

    Http://kakutaspellz.wixsite.com/kakutatemple/contact

    ResponderExcluir
  82. Olá, todos são preciosos do estado das Américas aqui para testemunhar em nome desse grande homem que trouxe de volta a felicidade para minha família depois que meu amante Chris me deixou por 3 anos para outra mulher, realmente amei Chris porque ele era meu primeiro Amor, eu tentei tudo o que estava ao meu alcance para fazer com que Chris voltasse à minha vida, mas as pessoas que conheci apenas continuaram me enganando e me mentindo. Então, normalmente, aos sábados, eu sai para fazer meus cabelos e pegar algumas coisas. Então, eu conversei com as pessoas No salão se eles ouvem rádio lá, que há um programa (como eu voltei meu ex) E comecei a falar muito sobre o Dr. EDDY como este homem ajudou muitas pessoas a trazer de volta amante lá, então imediatamente eu fui Perto das senhoras que conheci no salão e eu expliquei as coisas para eles, disseram que eu deveria tentar entrar em contato com o Dr. EDDY que ele falou da cidade e as pessoas estão realmente entrando em contato com ele para obter ajuda imediatamente buscamos na internet e lemos otimo Coisas sobre o Dr. EDDY, agora recebi Todo o contato do Dr EDDY instantaneamente no salão eu dei uma chamada ao Dr. EDDY e eu compartilhei meu problema com ele. Ele só me disse para não me preocupar que eu deveria ser feliz. Ele apenas me disse para lhe enviar alguns detalhes que eu fiz, E Então ele voltou para mim que tudo ficaria bem dentro de 36 horas, eu estava tão feliz, então o Dr. EDDY fez o trabalho dele e ele não me falhou, meu amante Chris veio até mim em lágrimas e pediu desculpas por me deixar profundamente dor por bem 3 anos, então ele decidiu provar que ele nunca me deixaria por qualquer motivo que ele me fez ter acesso a sua conta e me fez seus parentes mais novos em toda sua vontade. Agora, o mais perfeito é que ele não pode passar um minuto Sem me ver ou me chamar, sou tão grato ao Dr. EDDY por trazer de volta a felicidade que eu falta por anos, entre em contato com o Dr. EDDY para obter ajuda, ele é um homem de confiança no e-mail é dreddyspiritualtemple@gmail.com ou você pode chamá-lo ou whatsapp Ele com este número ... + 23408160830324
    (1) Se você deseja o seu ex de volta.
    (2) se você tiver sempre sonhos ruins.
    (3) Você quer ser promovido em seu escritório.
    (4) Você quer mulheres / homens para correr atrás de você.
    (5) Se você quer um filho.
    (6) [Você quer ser rico.
    (7) Você quer amar seu marido / mulher para ser seu para sempre.
    (8) Se você precisar de assistência financeira.
    (9) Se você quiser parar o seu divórcio.
    10) Ajudar as pessoas a sair da prisão.
    (11) Feitiços de casamento
    (12) Magias de milagre
    (13) Feitiços de beleza
    (14) PROFECIA CHARM
    (15) Atração Feitiços
    (16) Feitiços do olho mau.
    (17) Feitiço de beijo
    (18) Remova feitiços de doença.
    (19) ELEIÇÃO GANHANDO SPELLS.
    (20) SUCESSO EM EXAMES SPELLS.
    (21) Charm para obter quem te ama.

    CONTATO: dreddyspiritualtemple@gmail.com

    ResponderExcluir
  83. Estou mal, to sonhando com ele quase todo dia. Eu só queria não ver mais :/
    porque "ele" me pertuba?
    Fui abusada dos 5 aos 11 anos, ja perdoei, ano passado liguei e perdoei por telefone,me disseram q se eu fisece isso eu teria paz, mas é mentira!
    me ajuda?
    Eu odeio rever isso!!!
    Ele era estremanete violento, porque eu não consigo esquecer?

    ResponderExcluir
  84. Boa noite gostaria de relatar um caso mas nao sei se concretizou o ato uma vez fui com minha vó passar as ferias em casa de parentes e meu primo sempre qria ficar comigo mesmo eu dizendo nao.
    A outra vz q fomos um dia antes d voltarmos para casa sinto um peso em cima de mim quando consigo mesmo acordar dou de cara com esse primo em cima d mim szn com a porta fechada so nos dois no quarto mas nao sei se ele fez ou nao pois nao me lembro de nada mais

    ResponderExcluir
  85. Olá estou aqui lendo os comentários a mais de duas horas, cheguei até aqui depois de ter um crise de pânico na hora de fazer sexo com meu marido, fui estrupada quando tinha 8/9 anos dês de lá não sou normal , minha infância foi destruída pelo meu primo, irmão, amigo, tio, e padrastro todos abusaram de mim minha mãe nunca ficou sabendo hoje tô com 28 anos , pensei que tinha superado mais tudo voltou a tona , casei com uma pessoa maravilhosa mais sou infeliz sexualmente nunca soube o que é um orgasmo sou frustrada , solitária já pensei em me matar mais desistir , queria tanto poder me liberta dassa carga emocional mas não consigo , o único que sabe de tudo e meu marido ele pede pra mim contar PR minha mãe mas não consigo, pouco falo no assunto com ele comdo falo e porque tô em crise hoje sou muito insegura tenho medo de muitas coisas fico muito na defensiva, estou escrevendo porque depois de lê todos os comentários me senti um pouco confortável de deixar minha triste e infeliz infância quebrar minha inocência mas não destruíram minha humanidade , hoje vou dormi pensando em todos os relatos que li sem mas vou oras por todas vocês, minha fé nunca foi abalada simplesmente ainda grego traumas mas eu sei que vou superar. Jesus me sustenta e vai sustentar vc também.

    ResponderExcluir
  86. Quando era criança fui estuprada pelo meu primo ,foi horrivel Eu não sábia nada ,era totalmente inocente morava na roça nunca tinha essistido jonal novela desenho, simplesmente era uma criança da roça ,fui agarrada a força pro Mato sem saber o que ia acontecer desde então me tornei como uma escrava sexual ,não podia contar com ninguém eu morava com minha avó Que era muito rígida meu tio meus irmão mais velhos e .minha irmã, depois de sido estuprada várias vezes por meu primo ,ele foi embora.da cidade pensei que tinha me livrando de tanto abuso mas meu fardo so estava começando parece que todos do tinha uma coisa em mente me violentar, fui abusada pelo meu tio ,padrasto. E pessoas estranhas ,com passar das anos me tornei erotizafa,ficava imaginando fantasias eróticas ,quando cheguei a adolescência senti vontade de namorar mais era reprimida por medo,nunca contei pra ninguém até um dia que me apaixonei de verdade senti tanta vontade de me relacionar com ele mais era insegura (na adolecencia pensei que era lésbica mais logo percebi que não ) depois de muitos esforços consegui ganha segurança e comecei a anamora com ele ,no dia que fomos transar tive um crise de pânico tão forte que me vi obrigada me abrir com ele passamos horas chorando juntos ele compreendeu minha dor e sofrimento ,desde então já faz 15 anos que estamos juntos com o passar dos anos tive crises de choro se entender por que,reprime tanto os meus abusos pra tentar esquecer que parece agora com quase 19 anos depois estou tendo muitos problemas não consigo ter relação com prazer com meu marido,não permito que toque no meu corpo tenho nojo de pegar no pênis de dela e ele me cobra pra ser mais carinho mais não consigo só bloqueada,tenho nojo de espermatozoides, odeio minha vagina, então os problemas são muitos hoje tenho 28 anos sou uma mulher do um corpo muito atraente ,mas eu sou só uma embalagem bonita por fora mais podre por dentro dia riamente tenho crise de choro meu marido semfoi muito paciente mas já está cansado de tentar me compreender sinto ,nunca falo com niguem sobre meu problemas e sinto que isso está me matando estou escrevendo aqui pra diminuir meu desespero pessoal queria tanto ser normal ser feliz mas estou presa à um passado de dor sofrimento e vergonha,Eu sei que eu não deveria me sentir culpada e envergonha mas eu não consigo me liberta.
    Queira sentir prazer com meu marido mais não consigo mas não é porque não gosto dele eu sei que amo muito mas simplesmente minha vagina e morta não sinto prazer , o pior e que meu marido demostra muito tesão por mim ,mas não consigo ser a mesma com ele ,Eu que preciso de ajuda mas não consigo buscar hoje te sendo a primeira vez que falo abertamente do meu problema.����

    ResponderExcluir
  87. Não sei o que fazer fui abusada pelo meu próprio avô por parte de pai, não sei quantos anos eu tinha quando ele começou pois só me lembro das coisas que ele fazia a partir dos meus 7 anos, não sei o que fazer isso tá me incomodando as vezes eu vestida me sinto como se estivesse nua, sou casada tem vezes que vou ter relações com meu marido sinto como se vários homens estranhos estão pegando em mim, me dá uma angústia horrível por dentro. Não sei o que fazer.

    ResponderExcluir
  88. Meu nome é jaciia da Austrália, estou aqui para compartilhar um testemunho muito importante para você sobre a forma como a comunidade de meninas me ajuda a engravidar, nós tentamos obter nosso próprio bebê para os últimos 7 anos, mas não há solução positiva até eu receber o endereço de e-mail mothersolutiongrand de a internet sobre como uma senhora dos EUA estava testemunhando sobre seu bom trabalho fez por ela, então eu discuto isso com meu marido se vamos tentar e nós fizemos, no começo eu estava pensando que era uma farsa quando ele nos pediu para lhe enviar dinheiro para comprar as coisas que ele vai usar para lançar um feitiço para mim, eis depois de 2 semanas eu fui para o exame e o médico confirmou-me uma semana de gravidez depois de obedecer e seguir as instruções da reforma das mães. Eu quero continuar Obrigado mothersolutiongrand por sua boa ajuda que ele fez para mim e minha família, para entrar em contato com esta grande mulher, você pode enviá-lo via: mothersolutiongrand@gmail.com

    ResponderExcluir
  89. Sem olhar pra trás enquanto estava de joelhos com seu rosto sobre a bíblia aberta me falando que minha impureza sexual não é pecado com meu sêmen na sua sodomia era pra minha purificação dos meus pecado carnal serem tirado por meu sangue dentro dela...

    ResponderExcluir
  90. Você está sofrendo financeiramente ou você precisa de dinheiro urgente para pagar suas contas? não se preocupe mais porque, não existe, você pode ganhar dinheiro sem estresse. Você pode mudar sua vida em apenas 18 horas. entre em contato (hackers ilimitados) para um cartão ATM [ATM SMART CARD] hoje e esteja entre os sortudos que estão se beneficiando desses cartões. Este cartão ATM SMART em branco programado é capaz de invadir qualquer máquina ATM, em qualquer lugar do mundo. Eu conheci sobre esse CARTÃO BLANK ATM quando estava à procura de um credor de empréstimo on-line há cerca de um mês ... Ele realmente mudou minha vida para sempre e agora eu posso tomar minha família. O menor dinheiro que recebo em um dia com este cartão é de cerca de US $ 5000. Todos os dias eu tenho dinheiro suficiente para cuidar da minha família. Embora seja ilegal, não há risco de ser pego, porque foi programado de forma que não é rastreável, e também torna o CCTV inútil quando você está retirando dinheiro ... Para detalhes sobre como obter um cartão hoje , envie um e-mail aos hackers neste e-mail: unlimitedhackersnetwork@gmail.com

    ResponderExcluir
  91. Minhas queridas,me emocionei com cada história. Procurem um bom psicólogo, não esses charlatões que misturam ciência com religião. Isso vai ser importante para seguirem a vida de vcs. Procurem grupos feministas, vcs verão que não estão sozinhas. Sejam compassivas com vcs mesmas, assim como vcs seriam com uma amiga querida. Não se culpem e tentem fazer disso uma luta por um mundo melhor, onde nenhuma outra mulher passe por esse sofrimento.

    ResponderExcluir
  92. Olá meninas,
    Sou Sonja McDonell, Stewardess, 23, muito tierno com muitas fantasias durante casos de emergência no meu trabalho maravilhoso. Viva a Suíça perto do aeroporto internacional de Zürich. Eu sou a primeira vez em tais sites, desde que comprei meu próprio computador há alguns dias. Ah, sim, eu estava no hotel Hilton no Rio e, no final da noite, passei pela grande cidade. Eu detetei então um Mc Donald's. Entrei e pedi um hambúrguer e suco de laranja. Eu sentei então em uma mesa a janela. A menina ao lado da minha mesa olhou e sorriu para mim. Eu disse, sentar na minha mesa e ela veio. Ela tinha lágrimas nos olhos e eu perguntei a ela, por quê. Omg, ela me contou sua história trágica. Ela tem 14 anos e foi estuprada por 3 homens na noite passada, quando estava na pequena rua escura de suas horas de ginástica. Eu paguei a comida e as bebidas e eu dei-lhe 200 BRL. Ela sorriu e disse obrigado Sonja. Você também conhece meninas, que foram estupradas?
    Com amor
    sonjamcdonell@yahoo.com
    Sonja

    ResponderExcluir
  93. Eu sou um homem de 43 anos sou casado a sete anos com uma mulher de 25 Anos.
    Eu engordei 30 kg depois que me casei com ela devido a uma depressão que tive com a doença da minha mãe.
    Ela não aceita me ver obeso, e esses dias ela disse que sente que esta sendo estuprada quando faz sexo comigo.
    Ela sente repulsa da minha gordura.
    Estou me sentindo muito mal por ela fazer essa comparação.
    Meu wattsapp: 38 988119532

    ResponderExcluir
  94. Sou Sonja McDonell, 23, Stewardess com 13 cidades ultramarinas, muito ternas com muitas idéias, também em casos de emergência no meu trabalho maravilhoso. Ah, sim, o sexo com outra garota é sempre um marco na vida de uma menina e isso nos dá novas idéias.
    sonjamcdonell@yahoo.com

    ResponderExcluir